Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5430
Title: Diagnóstico das condições de balneabilidade de praias urbanas da cidade de Natal/RN
Authors: Vicente, Cláudia Andrade
Keywords: Precipitação;Precipitation;Coliformes Termotolerantes;Thermotolerant Coliforms;Qualidade da água;Water Quality
Issue Date: 7-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: AYACH, LUCY RIBEIRO; GUIMARÃES, SOLANGE THEREZINHA DE LIMA; CAPPI,NANCI CAPPI; AYACH, CARLOS. Saúde, saneamento e percepção de riscos ambientais urbanos. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, maio de 2012 Disponível em:< http://periodicos.pucminas.br/index.php/geografia/article/viewFile/3021/3865>. Acessado em: 22 maio, 2017. BOLETIM DE BALNEABILIDADE DAS PRAIAS DO RIO GRANDE DO NORTE. Natal: Programa Água Azul, n°: 22/2016 – 52/2016. Semanal. BOLETIM DE BALNEABILIDADE DAS PRAIAS DO RIO GRANDE DO NORTE. Natal: Programa Água Azul, n°:01/2017 – 22/2017.Semanal. CONAMA. Resolução CONAMA n° 274, de 29 de novembro de 200.Brasília-DF(Brasil), Conselho Nacional de Meio Ambiente, Ministério do Meio Ambiente, 2000. DA HORA, C. E. P.(Coord.), et al. Santos Reis. In ______. (Coord.), Natal: meu bairro, minha cidade. Natal. Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo –SEMURB. 2009. p. 359-369. DA HORA, C. E. P.(Coord.), et al. Conheça melhor seu bairro: Mãe Luiza. Natal. Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo –SEMURB. 2012. p. 1-20. EMPARN, Monitoramento Pluviométrico: acumulado de chuvas 2016. Disponível em:< http://187.61.173.26/monitoramento/2016/graficos/d8101.html> Acesso em:15 de jan. 2017. EMPARN, Monitoramento Pluviométrico: acumulado de chuvas 2017. Disponível em:< http://187.61.173.26/monitoramento/2016/graficos/d8101.html> Acesso em:15 de jan. 2017. LIMA, D. C.; CRÉTÉ, J. P. M.; BARRELLA, W. Fatores de influência sobre a balneabilidade das praias de Santos – SP. UNISANTA Bioscience, Santos, SP, v 5, n 4, p. 357-368, 2016. MEDEIROS, E.; Portal de Notícias e Fotojornalismo Natal. Natal: Elias Medeiros, E. 2014, 31 janeiro. Disponível em: < http://eliasjornalista.com/justica-federal-do-rn-determina-interdicao-da-praia-de-areia-preta/>. Acesso em: 20 de março de 2017. MOTTA, J. O Clima de Natal. Instituto Nacional de pesquisas espaciais (INPE), Ministério da Ciência e Tecnologia. 2004. NUNES, DANIELLE SALVIANO S. N (Coord.), et al. Anuário de Natal 2015. Natal/RN: SEMURB, 2015. NUNES, DANIELLE SALVIANO S. N (Coord.), et al. Anuário de Natal 2015. Natal/RN: SEMURB, 2016. RELATÓRIO DE QUALIDADE DAS PRAIAS LITORÂNEAS NO ESTADO DE SÃO PAULO 2010. São Paulo: CETESB, 2010. Anual. ISSN 0103-4103. PREFEITURA MUNICIPAL DE NATAL. Plano municipal de saneamento básico do município de Natal/RN. Produto 02 – Diagnóstico da situação do saneamento. Subproduto 2.3 – Situação dos Serviços de Abastecimento de água Potável e de Esgotamento sanitário.p.153, Natal, Rio Grande do Norte, 2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE NATAL. Plano municipal de saneamento básico do município de Natal/RN. Produto 02 – Diagnóstico da situação do saneamento. Subproduto 2.1 – Situação dos serviços de drenagem e manejo de águas pluviais urbanas.p.142, Natal, Rio Grande do Norte, 2014. PREFEITURA MUNICIPAL DE NATAL. Plano municipal de saneamento básico do município de Natal/RN.p.249, Natal, Rio Grande do Norte, 2016. PROGRAMA ÁGUA AZUL. O programa. Disponível em: < http://programaaguaazul.ct.ufrn.br/sobre/programa/>. Acesso em: 08 de agosto de 2017. PROGRAMA ÁGUA AZUL. Balneabilidade das praias. Disponível em: < http://programaaguaazul.ct.ufrn.br/sobre/programa/>. Acesso em: 17 de setembro de 2017. SILVA, L. C. F; QUIÑONES, E. M. Influência dos aspectos demográficos e climáticos na qualidade das águas das praias de Santos, SP, Brasil. CICILIANA, ISSN 2175 -7224, Santa Cecília, p. 60 - 67, jun. 2012. Disponível em: Acessado em 03 mar. 2017. VON SPERLING, MARCOS. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos, 4. ed. Minas Gerais: UFMG,2014.
Portuguese Abstract: O presente estudo apresenta os resultados da avaliação das condições de balneabilidade de praias urbanas de Natal/RN, praia do Forte, Meio, Artistas, Areia Preta, Maiami e Mãe Luiza; e da avaliação da influência da presença de ligações clandestinas de esgoto nas praias, associada a precipitação, na qualidade das águas das referidas praias para o período de junho/2016 a maio/2017. Para obtê-los, foram utilizados os boletins de balneabilidade do Programa Água Azul, precipitação da EMPARN e o quantitativo de galerias obtido ao visitar cada uma das praias objeto de estudo. Com esses dados, criou-se análises comparativas capazes de verificar, se a concentração de coliformes termotolerantes obtidas possuem oscilações em comum acordo com a precipitação ou com conforme aumenta o número de galerias. Porém, os resultados não foram favoráveis a hipótese e por isso, foi verificada a correlação dessas variáveis e calculado o coeficiente de Pearson, que demonstrou, que a concentração de coliformes termotolerantes associada apenas a uma dessas variáveis, não possuem correlação. Mas foi verificado, que as oscilações bruscas dessa concentração podem estar associadas a influência da direção das correntes marítimas e de ar e as condições de maré. Pois de acordo com a localização das galerias e dos pontos de coleta do Programa Água Azul, acredita-se que esses fatores, associados as vaiáveis estudadas, são os responsáveis pelos aumentos bruscos nas concentrações de coliformes termotolerantes.
Abstract: The present study presents the results of the evaluation of the bathing conditions of urban beaches of Natal / RN, Praia do Forte, Meio, Artistas, Areia Preta, Maiami and Mãe Luiza; And the evaluation of the influence of the presence of clandestine sewage on the beaches, associated to precipitation, in the quality of the pest water for the period from June 2016 to May 2017. To obtain them precipitation of EMPARN and the quantity of galleries obtained when visiting each of the beaches under study. With these data, comparative analyzes were created to verify if the concentration of thermotolerant coliforms obtained have oscillations in agreement with a precipitation or with the number of galleries standard. However, the results were not favorable to the hypothesis and therefore, a correlation was verified that is variable and calculated the Pearson coefficient, which demonstrate that the concentration of thermotolerant coliforms associated with only one of the variables, have no correction. However, it was verified that as abrupt rises in concentration may be associated with the influence of the direction of sea corrections and tidal conditions and conditions. Because according to a location of the galleries and collection points of the Agua Azul Program, it is believed that these factors, associated as well as studied, are the most aware of the sudden increases in concentrations of thermotolerant coliforms.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5430
Other Identifiers: 2015008045
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ClaudiaAndrade_versaofinal.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1.7 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons