Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5420
Title: Sofrimento psíquico em idosos residentes em um município do interior do Rio Grande do Norte
Other Titles: Psychic suffering in elderly residents in a municipality in the interior of Rio Grande do Norte
Authors: Dantas, Carla Deiziana de Lima
Keywords: Enfermagem;Idoso;Saúde Mental
Issue Date: 23-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: DANTAS, Carla Deiziana de Lima. Sofrimento psíquico em idosos residentes em um município do interior do Rio Grande do Norte. 2017. 27f. Artigo Científico (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2017.
Portuguese Abstract: Objetivo: identificar a prevalência do risco para o sofrimento mental e caracterizar os fatores sociodemográficos e hábitos de vida na pessoa idosa. Métodos: Estudo descritivo, exploratório, transversal com abordagem quantitativa, envolvendo uma amostra por conveniência composta por 58 idosos residentes no município de Santa Cruz/RN. A coleta de dados ocorreu através de questionário sociodemográfico e do Self Report Questionare (SRQ-20), no período de Julho à Setembro de 2017 e os dados foram submetidos a analise descritiva. Resultados: A prevalência de risco para sofrimento mental foi de 38,7%. Sexo feminino (69,0%), idade entre 70 e 74 anos (27,6%). Não alfabetizados (37,9%), são casados (60,3%) e a maioria são católicos (77,6%). A maioria é aposentada (94,8%), agricultores (48,3%) e a renda é de 1 a 2 salários mínimos (89,7%). Não tabagistas (81,0%) e não etilistas (96,6%), não frequentam grupos de convivência de idosos (79,3%) e a maioria não moram sozinhos (91,4%). Grande parcela apresentam problemas de saúde cardiovasculares (33%). Conclusão: A prevalência de sofrimento mental na população estudada, aponta a importância do tema e a necessidade de novos estudos.
Abstract: Objective: to identify the prevalence of risk for mental suffering and to characterize sociodemographic factors and life habits in the elderly. Methods: A descriptive, exploratory, cross - sectional study with a quantitative approach involving a convenience sample of 58 elderly people living in the municipality of Santa Cruz / RN. Data were collected through a sociodemographic questionnaire and the Self Report Questionare (SRQ-20), from July to September 2017 and the data were submitted to descriptive analysis. Results: The prevalence of risk for mental suffering was 38.7%. Female gender (69.0%), age between 70 and 74 years (27.6%). Non-literate (37.9%), married (60.3%) and most are Catholics (77.6%). The majority are retired (94.8%), farmers (48.3%) and income is 1 to 2 minimum wages (89.7%). Non-smokers (81.0%) and non-alcoholics (96.6%) did not attend elderly cohabitation groups (79.3%) and most did not live alone (91.4%). Large portions present cardiovascular health problems (33%). Conclusion: The prevalence of mental suffering in the studied population points to the importance of the theme and the need for new studies.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5420
Other Identifiers: 2013089447
metadata.dc.description.embargo: 2020-12-14
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sofrimentopsiquico_Dantas_2017
Restricted Access Until 2020-12-13
Artigo525.98 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons