Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5391
Title: Variação sazonal dos componentes da síndrome metabólica em indivíduos adultos e idosos
Other Titles: Seasonal variation of metabolic syndrome components in adult and elderly subjects
Authors: Cruz, Bruno Diego de Sousa
Keywords: síndrome metabólica, estações do ano, HDL colesterol.
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CRUZ, Bruno Diego de Sousa. Variação sazonal dos componentes da síndrome metabólica em indivíduos adultos e idosos. 2017. 40f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) – Curso de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Objetivo: avaliar em indivíduos com síndrome metabólica a frequência dos componentes da síndrome metabólica de acordo com as estações do ano. Metodologia: Estudo transversal, realizado com 180 indivíduos (18-80 anos) diagnosticados com síndrome metabólica e distribuídos nas estações do ano, de acordo com a data de realização dos exames bioquímicos. Foram realizadas as medidas antropométricas, de pressão arterial, análise do perfil lipídico e glicemia de jejum. O consumo alimentar foi avaliado utilizando-se o recordatório 24 horas e as informações de hábitos de vida foram obtidas por meio de questionário. Resultados: a média de idade foi de 50,11(12,26) anos, com predomínio do sexo feminino (78%). A média do IMC foi de 33,38(6,82) kg/m2; 106 (59%) não eram tabagistas, 145 (81%) não consumiam bebida alcoólica e 107 (59%) praticavam atividade física. A concentração de HDL colesterol diferiu significativamente entre as estações do ano (p=0,014), observando-se uma menor concentração desse componente no verão de 32,54(6,89) mg/dL. A frequência dos outros componentes da síndrome metabólica não diferiu significativamente entre as estações. Conclusões: HDL colesterol apresentou variação sazonal com maior comprometimento metabólico no verão, mostrando a importância de avaliar a sazonalidade dos componentes da síndrome metabólica no atendimento clínico.
Abstract: Aim: to evaluate in individuals with metabolic syndrome the frequency of components of the metabolic syndrome by seasons of the year. Methodology: A cross-sectional study was carried out with 180 individuals (18-80 years old) diagnosed with metabolic syndrome and distributed in the seasons, according to the date of completion of the biochemical tests. The anthropometric measurements, blood pressure, lipid profile and fasting glucose analysis were performed. Food consumption was measured using the 24-hour dietary recall and life style information was obtained by questionnaire. Results: the mean age was 50.11(12.26) years, with a predominance of females (78%). The mean BMI was 33.38(6.82) kg/m2; 106 (59%) were not smokers, 145 (81%) did not consume alcohol and 107 (59%) practiced physical activity. The concentration of HDL cholesterol differed significantly among the seasons (p = 0.014), showing a lower concentration of this component in the summer 32,54(6,89) mg/dL. The frequency of the other components of the metabolic syndrome did not differ significantly among seasons. Conclusions: HDL presented seasonal variation with greater metabolic impairment in the summer, showing the importance of evaluating the seasonality of the components of the metabolic syndrome in the clinical care.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5391
Other Identifiers: 2013041550
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Variaçãosazonalcomponentes_2017_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo1.25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons