Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5273
Title: Comercialização De Alimentos Em Food Trucks Em Natal-RN: Um Olhar Sobre A Qualidade.
Authors: Vilar, Mariana Dantas de Carvalho
Keywords: Food Truck; Comida de rua; Segurança alimentar; Manipuladores de alimentos.;Food Truck, Street food, Food safety, Food Handlers.
Issue Date: 14-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: VILAR, Mariana Dantas de Carvalho. Comercialização de alimentos em Food Trucks em Natal-RN: um olhar sobre a qualidade. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Curso de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Introdução: a comida de rua não está somente ligada ao consumo alimentar, mas guarda estreitas relações com a cultura, socialização e economia da cidade em que esse tipo de comércio gira em torno. Além da praticidade no fornecimento de refeições instantâneas e prontas – produzidas rapidamente – e preços relativamente mais baratos se comparados a restaurantes, o resultado dessa soma juntamente com a cultura urbana de seus moradores acarreta aos alimentos produzidos na “rua” atributos gustativos bem peculiares. No entanto, os alimentos disponíveis nas ruas nem sempre são produzidos de forma a garantir sua segurança sanitária. Assim, é imprescindível o conhecimento do fluxo produtivo do alimento desde sua confecção até sua disponibilização para venda tendo em vista a saúde do comensal. Objetivo geral: avaliar a comercialização de alimentos em Food Trucks da cidade de Natal sob a ótica do controle higiênico-sanitário. Metodologia: o estudo foi realizado na zona sul da cidade do Natal – Rio Grande do Norte - e abrangeu os manipuladores de alimentos de 28 Food Trucks. Os dados foram coletados pelos pesquisadores responsáveis do estudo, utilizando-se como instrumento uma lista de verificação (check list) que abrange 48 questões, sendo elas objetivas e abertas. Resultados: do total de 28 Food Trucks que participaram da pesquisa, 39% comercializam entre 101 a 300 refeições/lanches. Além disso, os resultados observados com relação ao tipo de veículo, mostraram que 61% eram trailer. Em relação as condições de higiene, foi observado que 32% guardavam seus utensílios de maneira inadequada e expostos a sujidades e insetos, e 46% dos manipuladores não apresentam uniformes limpos e calçados, não estavam livres de adornos e não estavam com os cabelos protegidos. No tocante à renda média dos manipuladores, foi constatado que a maior parte (64%) tem como única fonte de renda o Food Truck. Considerações finais: de acordo com os dados coletados, é possível concluir que os Food Trucks avaliados necessitam de uma regulamentação específica para subsidiar práticas adequadas no que se refere ao meio ambiente, licenciamento do espaço ocupado, rotulagem para preparações realizadas nas cozinhas auxiliares, entre outras questões referentes ao dimensionamento do veículo e quantidade de manipuladores, visando aumentar a garantia da segurança alimentar desse novo tipo de alimentação que se faz presente em todas as cidades do Brasil e do mundo.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5273
Other Identifiers: 2013086919
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Comercializaçãoalimentosfood_Trabalho de Conclusão de Curso.pdf1.11 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.