Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5265
Title: Ações inclusivas em atividades de lazer e turismo: análise do projeto praia sem barreiras – Ipojuca/PE
Authors: Dias, Priscila Olivia de Oliveira
Keywords: Acessibilidade;Inclusão social;Turismo
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: DIAS, Priscila Olivia de Oliveira. Ações inclusivas em atividades de lazer e turismo: análise do projeto praia sem barreiras – Ipojuca/PE. 2013. 92f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Turismo), Departamento de Turismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: Vive-se num quadro contemporâneo não muito fácil. As sensações do cotidiano, como a desigualdade social, são incômodos permanentes na vida de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Os consumidores estão cada vez mais exigentes com relação aos produtos e serviços ofertados. As pessoas buscam “algo mais” em suas viagens, algo que lhe agreguem valor, emoções e experiências ímpares. Contudo, o Brasil, ainda não alcançou as condições ideais de inclusão que permitam o acesso da crescente parcela de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida às experiências turísticas. Tendo o lazer como um importante integrante da qualidade de vida e bem estar dos cidadãos, este se choca com a realidade histórica de exclusão nas formas de preconceito, segregação, intolerância das diferenças e de pobreza, os quais dificultam a garantia de igualdade de direito e condições dos cidadãos, mesmo com um quadro de democracia tão avançado no País. Nestas perspectivas, o presente trabalho, de caráter qualitativo, analisa as ações de inclusão social das pessoas com deficiência e restrição de mobilidade nas atividades de lazer e turismo, a partir do exemplo prático do projeto Praias Sem Barreiras aplicado no município de Ipojuca/PE, vinculado ao Programa Turismo Acessível – Pernambuco Sem Barreiras, e idealizado pela Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE). Para isso, desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa, de cunho descritivo, tipo estudo de caso. Os participantes da pesquisa foram divididos em dois grupos (gestores e colaboradores) e foram escolhidos pelas informações precisas que podiam fornecer enquanto idealizadores e prestadores dos serviços de acessibilidade na praia de Porto de Galinhas. O instrumento de pesquisa utilizado foi a entrevista individual semiestruturada. As categorias analíticas do estudo basearam-se nos atributos (1) fatores e motivações para se adotar o projeto “Praia Sem Barreiras” na referida localidade; (2) expectativas dos envolvidos quanto à sua continuidade; e (3) a percepção das partes envolvidas, no tocante aos beneficiados pelo projeto. No tratamento de dados, foi utilizada a análise de conteúdo, e os resultados assinalaram que o projeto “Praia Sem Barreiras” vem ganhando reconhecimento e espaço nas mídias e entre a população pernambucana. Foi visível que o acesso dado a Porto de Galinhas é temporário, devido a localidade não atender a todos os tipos de deficiência. Dessa forma, verificou-se a importância do direito ao lazer e ao turismo para a qualidade de vida e bem estar social de pessoas deficientes e com mobilidade reduzida, assim acelerando o processo de reabilitação, independência, autonomia e liberdade de poder viver e ser ativo na sociedade.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5265
Other Identifiers: 2010017536
Appears in Collections:Turismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PriscilaOOD_Monografia.pdfTurismo1.76 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.