Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5217
Title: Degradação de geotêxteis não-tecidos em ambiente costeiro
Authors: Medeiros, Marcio Avelino de
Keywords: geossintéticos;degradação;ambiente costeiro;radiação UV;água do mar
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MEDEIROS, Marcio Avelino de. Degradação de geotêxteis não-tecidos em ambiente costeiro. 2017. 19 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil), Departamento Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Os geossintéticos são materiais poliméricos muito empregados em diversas obras da Engenharia Civil, principalmente nas obras geotécnicas. Em suas diversas aplicações, esses materiais são expostos a agressividades diferentes em cada ambiente, o que influencia na sua durabilidade e conservação dos parâmetros resistentes, como resistência à tração. Um dos ambientes em que se aplicam os geossintéticos é o ambiente costeiro, principalmente em obras de proteção contra erosão. O ambiente costeiro tem como principais agentes agressivos a radiação UV, a salinidade do mar (aliado ao embate direto das ondas) e a presença do oxigênio, que provoca o processo de oxidação. Portanto, a garantia da durabilidade do geossintético é uma característica decisiva para sua aplicação. Este trabalho buscou avaliar um geotêxtil não tecido submetido, em diversas combinações, aos principais agentes agressivos ao qual está exposto no ambiente costeiro e, para isso, foi definido um procedimento, utilizando-se como principal parâmetro o ensaio de tração antes e após as exposições. Foi analisada a mudança na gramatura e a resistência à tração do geotêxtil: não aplicado em campo; exposto a cada agente isoladamente; e, por fim, verificaram-se as mudanças nas combinações de agentes de intemperismo. Analisaram-se as condições de exposição dos materiais: radiação UV máxima diária, temperatura média e acompanharam-se os dados pluviométricos. Os valores de chuva foram muito pequenos no período analisado, não representando perturbações nos resultados. Além disso, a análise qualitativa das amostras demonstrou um enrijecimento do geotêxtil não tecido, principalmente quando combinando ação de saturação e secagem por água do mar com radiação UV.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5217
Other Identifiers: 2013016745
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
degradacao-geotexteis-nao-tecidos-Medeiros-Artigo.pdfTCC - 2017.2872.08 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons