Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5216
Title: Impacto da extração do óleo na atividade coagulante das sementes de moringa oleifera no tratamento de água produzida
Authors: Menezes, Nadja Nayara Fonseca de
Keywords: água produzida;moringa oleifera;flotação;coagulante;tog;produced water;flotation;coagulant
Issue Date: 6-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MENEZES, Nadja Nayara Fonseca de. Impacto da extração do óleo na atividade coagulante das sementes de moringa oleifera no tratamento de água produzida. 2017. 42f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química), Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017
Portuguese Abstract: A água produzida é o subproduto mais comum e de grande volume da indústria de petróleo e o seu não tratamento acarreta em possíveis danos operacionais e ambientais. É um efluente de composição complexa, contendo, dentre outros poluentes, metais pesados, sulfetos e óleo em emulsão. O tratamento mais comum e eficaz é o da flotação por ar dissolvido (FAD), que possui uma etapa preliminar, denominada floculação, na qual se utiliza um polieletrólito (ou floculante). O polieletrólito garante uma floculação ótima através da neutralização de cargas das partículas presentes no efluente, tornando possível a aglutinação dessas partículas e sua consequente extração. Uma alternativa de polieletrólito natural é o obtido através das sementes da Moringa oleifera, que causa menores impactos ambientais e à saúde humana. A moringa é uma planta multifuncional, com variados estudos de aplicabilidade de todas as suas partes constituintes. O óleo extraído de suas sementes, por exemplo, vem sendo estudando como fonte alternativa para a produção de biodiesel. Este trabalho, portanto, avaliou o impacto da extração do óleo na atividade coagulante das sementes de moringa, assim como a eficiência da remoção do teor de óleos e graxas (TOG) ao utilizar o floculante natural com sementes de moringa com óleo (MCO) e sem óleo (MSO). A caracterização físico-química de ambas as sementes demonstraram que a extração do óleo representa um impacto considerável em suas propriedades, como ponto isoelétrico (PI), pH, composição química e concentração da proteína catiônica. O PI para a MCO foi de 4,8, enquanto para a MSO foi de 9,8. Nos ensaios de tratamento de água produzida por FAD, o floculante com MCO apresentou uma maior concentração da proteína coagulante no pH de 9,5, com o rendimento de 75,15 ± 1,04 % na remoção de TOG. Para a MSO, esse pH foi o de 11, com rendimento de 56,36 ± 2,57 %. A eficiência máxima obtida, ao se utilizar MCO, foi de 78,25 ± 2,23 %, no pH 4,8. Já com MSO, atingiu-se 77,58 ± 2,78 % de remoção de TOG a um pH de 5,2.
Abstract: Water produced is the most common and the largest by-product of the oil industry and its non-treatment leads to possible operational and environmental damage. It is an effluent of complex composition, containing, among other pollutants, heavy metals, sulfides and emulsion oil. The most common and effective treatment is by Dissolved Air Flotation (DAF), which has a preliminary stage, called flocculation, where is used a polyelectrolyte (or flocculant). The polyelectrolyte ensures optimum flocculation through the neutralization of the particles’ charges, present on the effluent, making possible the agglutination of these particles and their consequent extraction. A natural polyelectrolyte alternative is obtained through the seeds of Moringa oleifera, which causes less environmental and human health impacts. Moringa is a multifunctional plant, with varied applicability studies of all its parts. The oil extracted from its seeds, for example, has been studied as an alternative source for the production of biodiesel. This study, therefore, evaluated the impact of oil extraction on the coagulant activity of moringa seeds, as well as the efficiency of the removal of total oil and grease content (TOG) when using a natural flocculant like moringa seeds with oil (MCO) and without oil (MSO). The physical-chemical characterization of both seeds demonstrated that the oil extraction represents a considerable impact on its properties, such as isoelectric point (PI), pH, chemical composition and cationic protein concentration. The PI for the MCO was 4.8, while for the MSO it was 9.8. In the treatment trials of water produced by DAF, the MCO flocculant presented a higher concentration of the coagulant protein at pH 9.5, with a yield of 75.15 ± 1.04% in the removal of TOG. For MSO, this pH was 11, yield 56.36 ± 2.57%. The maximum efficiency obtained when using MCO was 78.25 ± 2.23%, at pH 4.8. With MSO, 77.58 ± 2.78% of TOG removal was achieved at a pH of 5.2.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5216
Other Identifiers: 2012941027
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Impactodaextracao_Monografia.pdfMonografia1.22 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.