Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5098
Título: Fiscalização de contratos administrativos com cessão de mão de obra: o caso de um órgão público do Rio Grande do Norte
Autor(es): Medeiros, Maíra Florêncio de
Palavras-chave: Administração pública;Fiscalização de contratos;Contratos administrativos
Data do documento: 2017
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: MEDEIROS, Maíra Florêncio de. Fiscalização de contratos administrativos com cessão de mão de obra: o caso de um órgão público do Rio Grande do Norte. 2017. 57f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração), Departamento de Ciências Administrativas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: À Administração Pública é conferido o dever legal de fiscalizar e gerenciar os contratos administrativos. No caso dos contratos com cessão de mão de obra a atividade de fiscalização é ainda mais complexa, exigindo do fiscal conhecimento em relação às obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais. Diante disso, este estudo tem como objetivo traçar uma análise comparativa entre os níveis de execução e relevância atribuídos pelos fiscais de contrato às atividades de fiscalização estabelecidas pela IN 02/2008/SLTI/MPOG em um órgão público do RN. Para a coleta dos dados foi aplicado um questionário que aborda oito fatores da atividade de fiscalização e para a análise e interpretação dos resultados coletados foram utilizados métodos clássicos da estatística descritiva. Os resultados apontaram as forças, fraquezas e necessidades da organização estudada.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5098
Outros identificadores: 2013034879
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MaíraFM_Monografia.pdfAdministração 759.83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.