Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4908
Title: Caminho das águas sob a perspectiva do turismo sustentável em comunidades de Nísia Floresta – RN
Authors: Silva, Ingrid Rosalina da
Keywords: Roteiro turístico;Lagoas;PRODETUR/NE;Marketing 3.0
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Ingrid Rosalina da. Caminho das águas sob a perspectiva do turismo sustentável em comunidades de Nísia Floresta – RN. 2016. 62f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Turismo), Departamento de Turismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O Caminho das Águas localizada no município de Nísia Floresta, Litoral Sul do Rio Grande do Norte, é composto por sete lagoas, somadas fazem um roteiro. Algumas das quais estão em divisa com outros municípios, como São José de Mipibu, no trabalho serão tratadas como roteiro de Nísia Floresta. Algumas das mesmas não são amplamente trabalhadas pelo turismo como as demais, isso por uma serie de fatores que vão desde posicionamento geográfico até mesmo a segurança e incentivo financeiro. A função dessa pesquisa é retratar essa realidade, de modo a aprofundar o conhecimento nos impactos ocasionados pelo uso contínuo dos reursos naturais, principalmente da água e seu espaço, pelos moradores e turistas. O alinhamento da prática turística na localidade será analisado em concordância com as diretrizes apontadas no Plano Nacional do Turismo e consequentemente o PRODETUR/NE. Sendo assim objetivado no que rege o desenvolvimento da atividade turística no espaço em questão, e a maneira como a mesma é sistematizada e posta em prática. O roteiro funciona como uma alternativa ao foco atual, que é a ampla exploração de águas salgadas. Com a existência desse roteiro se possibilita a expansão das atividades turísticas no estado, principalmente região metropolitana. Abordando por fim o Marketing 3.0, onde as relações com o espaço, o modo de vida, a cultura em si deve ser sustentável. Nada é retirado do meio aleatoriamente, nem usado sem medir suas consequências a curto, médio e longo prazo. Esses quatro aspectos são embasados em alguns dos estudiosos mais influentes das áreas em questões e comparados ao objeto de estudo tomado por essa pesquisa. A pesquisa tem como abordagem qualitativa por meio de entrevista com moradores e proprietários de estabelecimentos do roteiro. Quanto as conclusões é cabível ressaltar a importância da parceria entre o poder público, privado e os próprios moradores.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4908
Other Identifiers: 2013031311
Appears in Collections:Turismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IngridRS_Monografia.pdfTurismo1.17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.