Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4690
Title: Mais que um curativo: a concepção de saúde no processo saúde-doença da população usuária do hospital estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos (HRPS) e a contribuição do serviço social
Authors: Santos, Danielle Maria Silva dos
Keywords: Saúde pública;Determinantes sociais de saúde;Serviço Social
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SANTOS, Danielle Maria Silva. Mais que um curativo: a concepção de saúde no processo saúde-doença da população usuária do hospital estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos (HRPS) e a contribuição do serviço social. 2017. 132f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A monografia tem como objeto de estudo revelar a compreensão da população usuária do Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos (HRPS) – local onde realizei estágio curricular obrigatório – sobre a concepção de saúde e os rebatimentos na vida da mesma, no que diz respeito às doenças vasculares que são especialidade do hospital. Dessa forma, identifica qual a compreensão da população usuária acerca da concepção de saúde; traça o perfil dos/as usuários/as referente aos determinantes e condicionantes sociais de sua saúde; e mostra as implicações quanto a ausência de uma atenção básica em saúde de qualidade para a incidência e tratamento de doenças como a diabetes e a hipertensão. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica e a pesquisa de campo. A amostra da pesquisa de campo se deu a partir de entrevista e preenchimento de formulários de 30 (trinta) usuários/as, o que corresponde a 44% do total de pacientes internados no momento da pesquisa, maio de 2017. Os resultados obtidos foram satisfatórios para comprovar o objeto de estudo que é a relação da saúde ampliada com o processo saúde-doença, este que se embasa nas expressões da questão social e é determinado por fatores como: faixa etária, educação, vínculo e condições de trabalho, renda, recebimento de benefícios assistenciais, atividades físicas, acompanhamento de saúde básico, lazer, consumo de bebidas alcoólicas e/ou tabaco, etc. Foi possível identificar que 53% dos/as entrevistados/as estão em reinternação e 50% já realizou amputação devido a complicações causadas pelas doenças vasculares. Ou seja, a concepção de saúde que se expressa na realidade dessas pessoas mostra-se centrada no caráter médico-curativo e restrita à ausência de doenças. Dessa forma, é essencial o trabalho da atenção primária e do Serviço Social diretamente nessa questão, como preconizado em lei, resoluções, entre outras normativas da área da saúde e da categoria.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4690
Other Identifiers: 2013075183
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DanielleMSS_Monografia.pdfServiço Social1.56 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.