Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4688
Title: Da ascensão à queda: gênese, desenvolvimento e decadência dos governos petistas de conciliação de classes no Brasil (2003-2016)
Authors: Chagas, Juary Luís
Keywords: Governos petistas;Conciliação de classes;Partido dos trabalhadores
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CHAGAS, Juary Luís. Da ascensão à queda: Gênese, desenvolvimento e decadência dos governos petistas de conciliação de classes no Brasil (2003-2016). 2017. 166f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Tomando como referência um exame que considera um conjunto de determinações que têm como solo histórico a totalidade social inserida no quadro do capitalismo brasileiro e a experiência objetiva e subjetiva da classe trabalhadora, este trabalho busca apreender o processo de gênese, desenvolvimento e decadência dos governos petistas de conciliação de classes no Brasil, no período de 2003 a 2016. A partir de uma pesquisa bibliográfica e documental, são extraídos elementos para a análise das bases históricas, sociais, econômicas e político-organizativas que possibilitaram a experiência governamental petista e que lhe imprimiu um estatuto híbrido de projeto burguês com características de conciliação de classes, “anômalas” em relação aos governos clássicos da classe dominante; das contradições desse pacto de conciliação no desenvolvimento dos governos petistas, expressando na flutuação das relações de força em meio às principais alterações conjunturais e medidas governamentais adotadas o modo como foi possível manter durante mais de uma década uma relativa estabilidade institucional e um forte consenso na classe trabalhadora; e, finalmente, dos determinantes centrais que inauguraram o fim do ciclo governamental petista, demonstrando a natureza de seus governos e seu papel histórico na re-atualização de uma agenda dirigida pela classe dominante de forma genuína, além de sugestões conclusivas acerca do significado da ascensão desse tipo de governo na realidade brasileira, apontando os limites históricos e a interrupção da experiência dos trabalhadores com o projeto de conciliação como elementos importantes na discussão sobre a superação dos obstáculos que ainda hoje bloqueiam a via estratégica socialista.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4688
Other Identifiers: 2015065462
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JuaryLC_Monografia.pdfServiço Social936.8 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.