Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4672
Title: Serviço social e saúde: um resgate sobre o fazer profissional do/a assistente social na Maternidade Escola Januário Cicco
Authors: Barbosa, Arianne Nobre
Keywords: Serviço Social;Saúde;Fazer profissional;Condições de trabalho
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BARBOSA, Arianne Nobre. Serviço social e saúde: um resgate sobre o fazer profissional do/a assistente social na Maternidade Escola Januário Cicco. 2016. 90f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: A presente pesquisa possui como objetivo principal resgatar os elementos constituintes do cotidiano profissional do assistente social inserido na Maternidade Escola Januário Cicco – MEJC, localizada no município de Natal/RN. Na perspectiva de abranger os objetivos apontados por este estudo, identificamos junto aos profissionais de Serviço Social da instituição quais são as principais demandas que surgem, como ocorre a execução das atividades realizadas pelo setor mediante os limites e possibilidades de atuação e, também, quais as condições de trabalho em que estão submetidos. Para contextualizar a inserção do profissional de Serviço Social neste espaço sócio-ocupacional, realizamos uma breve retomada sobre o processo histórico da saúde pública no Brasil, desde o período da colonização até promulgação da Constituição Federal de 1988 e a instituição do Sistema Único de Saúde – SUS. Assim como, exploramos o processo de construção das políticas de atenção a saúde materno-infantil, área de atendimento na qual a MEJC se configura como referência no estado do Rio Grande do Norte. O estudo foi fruto da experiência de estágio curricular na instituição, entre os anos de 2015 e 2016. A opção teórico- metodológica de análise seguiu o método materialista histórico-dialético, com análise documental, bibliográfica e de campo, através da aplicação de questionários semi- estruturados. Dentre os resultados obtidos constatamos que a atuação profissional do assistente social na instituição sofre rebatimentos expressivos das condições de trabalho precarizadas em que estão submetidos. Pois não dispõem de condições éticas e técnicas para o trabalho devido à insuficiente infraestrutura/espaço físico do setor; estão relativamente satisfeitos com a faixa salarial; insatisfeitos com o plano de cargos, carreiras e salários; e ainda, sujeitos a condições hierarquizadas que dimensionam o modelo médico hegemônico vigente nas práticas em saúde. Apesar disso, os profissionais demonstraram compromisso com a defesa do projeto ético- político do Serviço Social, bem como desenvolvem suas atividades mediante o panorama de limites e possibilidades que integram o cenário institucional, sob uma postura combativa e vigilante na luta pela garantia de um serviço de qualidade.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4672
Other Identifiers: 2013035221
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ArianneB_Monografia.pdfServiço Social 928.5 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.