Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4653
Title: “Por esse pão pra comer, por essa roupa pra vestir”: uma análise acerca da violência sexual infanto-juvenil e da comercialização do próprio corpo como forma de sobrevivência
Authors: Silva, Aline Cristina
Keywords: Violência sexual infanto-juvenil;Exploração sexual;Políticas públicas
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Aline Cristina. “Por esse pão pra comer, por essa roupa pra vestir”: uma análise acerca da violência sexual infanto-juvenil e da comercialização do próprio corpo como forma de sobrevivência. 2016. 85f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: A presente pesquisa busca aprofundar a temática da violência sexual infanto-juvenil, a mais concretamente de uma de suas formas de manifestação, a exploração sexual, prática secularmente presente na vida em sociedade. Este estudo discute os conceitos de violência contra crianças e adolescentes, suas formas e expressões, suas dificuldades conceituais, levando em consideração sua rede de proteção bem como os principais fatores que implicam nesta forma de exploração. A monografia aqui apresentada é resultado de indagações e reflexões provenientes da experiência de Estágio Supervisionado em Serviço Social, realizado no Projeto ViraVida da Cidade de Natal/RN no período de 2015.2 à 2016 .1. Nessa direção, o estudo apresentado teve como objetivo geral refletir o fenômeno da violência sexual buscando identificar os determinantes sócio históricos, econômicos e culturais que levam jovens e adolescentes a exploração sexual, visando compreender a lógica da comercialização do próprio corpo como forma de sobrevivência. O enfoque foi dado por meio de uma pesquisa descritiva com abordagem quanti-qualitativa, orientada pelo método crítico-dialético, mediante análise documental, revisão bibliográfica, utilizou-se também como procedimentos e técnicas o uso da observação livre presente durante o processo de estágio. Com base nos resultados e problematizações desenvolvidas, confirma-se que as situações de vulnerabilidade social vivenciadas pelos jovens, adolescentes e suas famílias contribuem para a produção e reprodução das relações de exploração sexual de crianças e adolescentes. Estas situações possuem diversas determinações, destacando-se a desigualdade de classe, consumo como forma de inserção social, as diferentes formas de manifestação da pobreza, a precarização no mundo do trabalho, a desagregação familiar em face da reprodução das relações sociais e políticas sociais que de forma insuficiente buscam dar respostas às demandas e necessidades sociais destes grupos. Por isso, para o real enfrentamento é necessário a criação e efetividade de políticas públicas focadas nesse púbico, assim como uma maior visibilidade no debate sobre esta expressão da questão social.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4653
Other Identifiers: 2013032892
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AlineCS_Monografia.pdfServiço Social 1.13 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.