Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4616
Title: “Direito conquistado não se vende, se defende”: os desafios da política de saúde e as particularidades do trabalho de assistentes sociais no Hospital Universitário Onofre Lopes
Authors: Felipe, Joana Maressa Paiva
Keywords: Política de saúde;Neoliberalismo;Serviço Social;Direito a saúde
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PAIVA, Joana Maressa Paiva. “Direito conquistado não se vende, se defende”: os desafios da política de saúde e as particularidades do trabalho de Assistentes Sociais no Hospital Universitário Onofre Lopes. 2016. 109f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O presente trabalho busca apreender a política de saúde brasileira, em especial, no contexto neoliberal que se instala no Brasil nos anos 1990. A partir desse contexto, analisamos as particularidades do trabalho de Assistentes Sociais inseridos nos serviços de saúde, situando essa análise no cenário do Hospital Universitário Onofre Lopes. O direito universal à saúde, conquistado pelas lutas populares e instituído através da Constituição Federal de 1988, tem sofrido impasses para sua efetivação. O Sistema Único de Saúde (SUS) é perpassado por diversos desafios, e na conjuntura atual do capitalismo financeiro, estes desafios têm se tornado ainda mais complexos. É nesse cenário que Assistentes Sociais têm sido provocados a proporem alternativas em seu cotidiano profissional que propiciem a efetivação dos direitos sociais. A metodologia utilizada foi baseada na pesquisa qualitativa, e a coleta de dados realizou-se através de entrevistas semi-estruturadas com Assistentes Sociais no Hospital Universitário Onofre Lopes. Com isso, foi possível apreender as particularidades da inserção do Serviço Social no HUOL, entendendo os atuais desafios, a exemplo da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH. A análise dos dados baseou-se no método crítico dialético buscando apreender a totalidade do fenômeno em questão. Os resultados mostram que nos marcos da financeirização do capital, o projeto de saúde articulado ao mercado tem ganhado ainda mais espaço, requerendo de Assistentes Sociais uma intervenção profissional de luta e resistência.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4616
Other Identifiers: 2012961496
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JoanaMPF_Monografia.pdfServiço Social 1.44 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.