Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4603
Title: As competências e atribuições privativas do (a) Assistente Social na atenção primária à saúde no município de Natal/RN
Authors: Silva, Maria Aparecida da
Keywords: Atenção primária à saúde;Competências e atribuições privativas do assistente social na atenção primária à saúde;Projeto ético político profissional
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Maria Aparecida da. As competências e atribuições privativas do (a) Assistente Social na atenção primária à saúde no município de Natal/RN. 2016. 98f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Este trabalho tem por objetivo geral analisar as competências e atribuições privativas do Assistente Social na Atenção Primária à Saúde (APS), a fim de contribuir para fortalecimento do projeto profissional e para qualificação do trabalho desenvolvido na perspectiva da garantia de direitos. Apresenta o problema de pesquisa: Como o/a Assistente Social que atua na atenção primária à saúde no município de Natal vem desenvolvendo suas competências e atribuições privativas?. A pesquisa é orientada pelo método dialético-crítico, de enfoque misto quanti-qualitativa. Apresenta relevância acadêmica, profissional e social, na medida em que irá subsidiar a formação profissional de futuros trabalhadores que vão se inserir na saúde e, sobretudo, porque oferecerá, além da produção do conhecimento sobre a temática, subsídios para a apreensão do tema na qualificação da atuação do Assistente Social na APS. Isso possibilitará debater e melhor caracterizar as competências e atribuições privativas desse profissional nesse nível de atenção à saúde, dando maior visibilidade ao Serviço Social e a sua contribuição nesse espaço sócio-ocupacional. Os resultados evidenciaram que a atenção primária em Natal está organizada em serviços de Consultório na Rua, Núcleos de Apoio à Saúde da Família, Serviço de Atenção Domiciliar, Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Saúde Ampliada e Estratégia de Saúde da Família. É nesse cenário que estão inseridas os/as nove (09) assistentes sociais que fizeram parte dessa pesquisa, as quais destacaram como sendo as principais ações de competências profissional: a orientação; a escuta qualificada; os encaminhamentos e a mediação de direitos. Vale destacar que nenhumas das profissionais apontaram as ações de promoção e proteção à saúde que realizam no cotidiano de trabalho, todavia, os Parâmetros para Atuação Profissional na Saúde enfatiza essas ações como sendo umas das competências do assiste social na saúde. Ademais, também se apresentam para essas profissionais demandas que não são da profissão, como: a dispensação de medicamentos; marcação de consulta e exames; confecção do Cartão SUS; entre outros, o que acaba preconizando e desfocalizando o real sentido do fazer profissional na atenção básica. Foi possível perceber ainda que essas profissionais não conseguem diferenciar competências profissionais de atribuições privativas, confundindo-as simultaneamente e não informando, de fato, suas as atribuições privativas na APS.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4603
Other Identifiers: 2012961600
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MariaAS_Monografia.pdfServiço Social 883.64 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.