Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4574
Title: A política de saúde brasileira no contexto neoliberal: os rebatimentos e desafios no atendimento à saúde no Hospital Giselda Trigueiro
Authors: Oliveira, Natália Daiene Alves de
Keywords: Política Nacional de Saúde;Neoliberalismo;SUS;Desafios;Atendimento
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Natália Daiene Alves de. A política de saúde brasileira no contexto neoliberal: os rebatimentos e desafios no atendimento à saúde no Hospital Giselda Trigueiro. 2015. 178f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Este trabalho desenvolve uma análise da política nacional de saúde a partir dos anos de 1930, quando surge de fato tal política e seu desenvolvimento até chegar ao contexto neoliberal presente atualmente, mediante os avanços e desafios que ocorreu nesse âmbito desde a implantação do Sistema Único de Saúde (SUS), com intuito de identificar os desafios do atendimento à saúde no Hospital Giselda Trigueiro. Mas, para obter essa compreensão é traçada a conjuntura histórica do neoliberalismo no mundo e no Brasil, e as múltiplas expressões da questão social que não encontram na política social o alento para amenizar suas desigualdades, pois o Estado já tem dilapidado o objetivo dessa política, de materializar os direitos sociais, ao mesmo tempo, que se desresponsabiliza das suas atribuições no quesito social, reduzindo os gastos sociais, ao ponto de minar o financiamento da Seguridade Social, e consequentemente da saúde, que sofre as retaliações do governo que privilegia o superávit primário, e acaba destinando valores irrisórios para sustentar um sistema universal em um país desigual. O lócus da pesquisa foi o Hospital Giselda Trigueiro, no qual realizei meu estágio curricular, e fiz a pesquisa qualitativa com entrevistas aplicadas aos profissionais técnicos de enfermagem e assistentes sociais, e questionários com os usuários, para apreender quais os desafios de conceder a estes um atendimento de qualidade, sem violar os direitos básicos a medicação, por exemplo. A partir disso, concluí que existem grandes desafios ao atendimento humanizado e qualificado, pois com a política neoliberal o financiamento não cobre todas as despesas do sistema de saúde, então, faltam recursos materiais, se tem uma sobrecarga de trabalho da equipe profissional por não haver concursos públicos e somado a isso, a privatização da saúde através de empresas de direito privado conveniadas a gerir os serviços públicos. Sendo assim, existe uma luta constante para consolidar a saúde pública, estatal, universal e de qualidade, e pelo financiamento vindo do PIB e da Receita Corrente Bruta da União, almejando alcançar a promoção, proteção e recuperação da saúde e o modelo assistencial do SUS centrado no cidadão de direitos.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4574
Other Identifiers: 2012961173
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NatáliaDAO_Monografia.pdfServiço Social 2,65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.