Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4572
Title: Legalização do aborto e direitos homoafetivos: Os embates entre o neoconservadorismo e o Projeto Ético-Político Profissional entre discentes do curso de Serviço Social da UFRN
Authors: Dantas, Bruna Hávilla Lino
Keywords: Ética;Projeto Ético-Político do Serviço Social;Legalização do aborto;Direitos homoafetivos;Neoconservadorismo
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: DANTAS, Bruna Hávilla Lino. Legalização do aborto e direitos homoafetivos: Os embates entre o neoconservadorismo e o Projeto Ético-Político Profissional entre discentes do curso de Serviço Social da UFRN. 2015. 88f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: O presente trabalho tem como objeto de pesquisa os embates entre o neoconservadorismo e o Projeto Ético-Político do Serviço Social (PEPSS) entre os estudantes do curso de Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), frente à legalização do aborto e os direitos para casais homossexuais. O direcionamento teórico político do Serviço Social contemporâneo é fruto de um longo processo histórico de reconceituação e recusa ao conservadorismo profissional. Dessa forma, a categoria profissional conta com uma direção social subsidiada na teoria social de Marx e uma reflexão ética que tem o horizonte na emancipação humana. Alguns desafios são postos a profissão na contemporaneidade, em especial o contexto neoliberal e neoconservador. Nossa pretensão foi identificar como vem se dando o processo de internalização dos valores e princípios como a liberdade, igualdade e equidade, os quais subsidiaram a defesa da legalização do aborto e dos direitos dos homossexuais. Tivemos como objetivos conhecer o perfil acadêmico, cultural e sócio-político dos/as estudantes de Serviço Social da UFRN que estão no ultimo ano de curso; analisar seus valores e posicionamentos ético-políticos sobre a proposta de legalização do aborto, e direitos para casais do mesmo sexo. Os procedimentos metodológicos utilizados na realização do estudo foram à pesquisa bibliográfica e de campo, e com dados empíricos coletados entre estudantes do 7º e 8º período por meio de questionários. O nosso recorte analisou o percentual de 50% desse público, equivalendo a 44 sujeitos. Os resultados da pesquisa revelam a predominância de posicionamentos em consonância com a direção ético política hegemônica no Serviço Social, na defesa e reafirmação de direitos e da liberdade, especialmente quanto aos direitos de casais homossexuais. Entretanto ainda há persistência de posições que expressam idéias conservadoras, que negam a plena expansão dos sujeitos sociais.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4572
Other Identifiers: 2012960917
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BrunaHLD_Monografia.pdfServiço Social 1,35 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.