Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4546
Title: Uma análise sobre a representação midiática da pobreza no Programa Zorra Total
Authors: Oliveira, Clara Medeiros da Silva
Keywords: Privação social;Pobreza;Questão social;Mídia
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Clara Medeiros da Silva. Uma análise sobre a representação midiática da pobreza no Programa Zorra Total. 2015. 61f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Este trabalho constitui-se de um estudo sobre a representação midiática da pobreza, fazendo recorte do programa do “Zorra Total”. Objetiva analisar e refletir sobre o papel da mídia comercial de massa, particularmente, da televisão, no processo de reprodução ideológica da interpretação da desigualdade social no sistema capitalista no âmbito da sociedade brasileira, a partir de conteúdos de alguns episódios do programa já citado da emissora Rede Globo de Televisão. Nesse sentido, através da perspectiva crítica, buscamos apreender sobre as raízes históricas das desigualdades, desde o período colonial do Brasil ao momento contemporâneo do nosso país. Abordamos a pobreza como tema central do nosso trabalho, expressão da questão social bastante presente em nossa realidade e que na relação entre o capital e trabalho, e sociedade e Estado, a pobreza se faz presente em meio a contradições nas relações sociais. Recorremos à literatura especializada da área, a partir de autores contemporâneos. O exame crítico dos programas indicou que a emissora citada é perpassada pelas contradições inerentes a vida social. Esta afirma e reafirma a ideologia das classes dominantes, seus valores e concepções de mundo, mas também, expressa os conflitos e demandas sociais mesmo falseadas pelo objetivo de “fazer rir” que o programa tem. Este trabalho revelou que, no programa zorra total, prevalece a reprodução de estereótipos, no que diz respeito à desigualdade social. Verificamos que a reprodução da imagem do pobre pelo programa é exagerado e desrespeitoso sem aprofundamentos sobre as relações sociais que o determinam e fundamentam.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4546
Other Identifiers: 2011044464
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ClaraMSO_Monografia.pdfServiço Social 444.18 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.