Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4538
Title: Restrições no atendimento aos usuários no Hospital Onofre Lopes (HUOL): entraves para efetivação do direito à saúde
Authors: Silva, Aline Rodrigues da
Keywords: Política de saúde;SUS;Direito à saúde;Regulação
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Aline Rodrigues da. Restrições no atendimento aos usuários no Hospital Onofre Lopes (HUOL): entraves para efetivação do direito à saúde. 2015. 103f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: O presente trabalho é fruto das apreensões advindas do estágio curricular obrigatório realizado no Hospital Onofre Lopes (HOUL) no ano de 2014. No qual, observamos a articulação das dimensões técnico-operativa, teórico-metodológico e ético-político do assistente social nas ações e serviços prestados aos usuários na perspectiva da garantia dos direitos sociais. No entanto, presenciamos a negação do direito a saúde, no que tange a morosidade e cancelamento dos procedimentos cirúrgicos da enfermaria térreo. Isso tem sido uma constância no hospital, visto que os usuários recorrem aos assistentes sociais com seus direitos violados. Nesse sentido, analisar sobre a política de saúde, bem como o SUS é essencial para compreendermos a realidade vivenciada pelos usuários e profissionais de saúde. Prontamente, no nosso trabalho particularizamos as contradições existentes na saúde pública, como resultado dos interesses do Estado influenciado pelas classes dominantes do país. Isso implica na organização do SUS, no qual passa por diversas alterações com criação de leis, normas e pactos, que traz avanços no que se refere à melhoria dos serviços, porém, o SUS se torna um sistema complexo, burocrático e de difícil acesso. É nesse sentido, que as nossas análises percorrem todo o texto. É importante destacar que, para a construção desta monografia, realizamos pesquisa documental e bibliográfica nos aportes teóricos da dialética marxista, cujos autores abordam as contradições do sistema capitalista que incidem diretamente na política de saúde no Brasil, a partir de uma leitura de totalidade das dimensões econômica, política e social, além disso, houve aplicação de questionários com usuários e profissionais de saúde da enfermaria- térreo- HUOL, e logo em seguida fizemos a análise do discurso e dos dados obtidos, caracterizando nossa metodologia como quanti-qualitativa. Com o objetivo principal de identificar e analisar os principais entraves que perpassam o processo de atendimento que antecede os procedimentos cirúrgicos dos usuários do hospital, bem como verificar como se dá o acesso da população no referido hospital. Diante disso, percebemos que as possíveis causas para essa emblemática é de ordem conjuntural e estrutural da política de saúde sendo um desafio posto para a categoria do Serviço Social, no qual luta para promoção da cidadania democrática e o direito ao acesso as políticas públicas.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4538
Other Identifiers: 2011044562
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AlineRS_Monografia.pdfServiço Social 1.04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.