Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4428
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Raimundo Paulino da-
dc.contributor.authorLopes, Alynne de Lima-
dc.date.accessioned2017-07-19T12:14:37Z-
dc.date.available2017-07-19T12:14:37Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier2012029201pr_BR
dc.identifier.citationLOPES, Alynne de Lima. O brincar como ferramenta de aprendizagem na educação infantil. 2016. 30f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Centro de Educação. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Martins/RN, 2016.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4428-
dc.description.abstractThis work aims to conduct a search in educational institution Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Passinhos da Aprendizagen in the city of Serrinha dos Pintos/RN in order to identify so that the play is working in the classroom and what conceptions of the institution educators about the play and its role in child development. The research is aimed at discussing the importance of play in early childhood education as a form of child development and promotion of learning. We seek also present theoretical concepts about the game, toy and play and play as a teaching resource in early childhood education. We also try to answer some questions such as: play is used appropriately aimed at student learning in the research institution? What is the importance of playing for the child's learning? What is the difference between game, toy and play? In developing the research an interview with two teachers of the institution was performed. In the theoretical concepts discussed about what is playing and what is its importance for the development of the child, which is childhood, the difference between game, toy and game, and also the game as a teaching tool. For this we use texts of authors as Kishimoto (1995), Vygotsky (1998), Brougère (2001), Brazil (1998) among others. It is clear from the survey that the respondents teachers have a certain lack of knowledge about the play. It was noticed that even though the teachers use the play in their routines, both do not have a plan for the use of games as a learning tool. Thus, we conclude that much has been studied about this issue, however educators still tend to use the play in the classroom as a mere distraction, not directed way for the development of children.pr_BR
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectBrincarpr_BR
dc.subjectCriançapr_BR
dc.subjectEducaçãopr_BR
dc.subjectPlaypr_BR
dc.subjectChildrenpr_BR
dc.subjectEducationpr_BR
dc.titleO brincar como ferramenta de aprendizagem na educação infantilpr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Silva, Raimundo Paulino da-
dc.contributor.referees2Lopes, Wiama de Jesus Freitas-
dc.description.resumoEste trabalho busca realizar uma pesquisa na instituição de ensino Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Passinhos da Aprendizagem na cidade de Serrinha dos Pintos/RN, a fim de identificarmos de que forma o brincar é trabalhado em sala de aula e quais as concepções dos educadores da instituição sobre a brincadeira e seu papel no desenvolvimento da criança. A pesquisa tem objetivo discutir a importância do brincar na educação infantil como forma de promoção de desenvolvimento e aprendizagem da criança. Buscamos ainda apresentar conceitos teóricos sobre o jogo, brinquedo e brincadeira e o brincar como um recurso didático na educação infantil. Buscamos também responder algumas questões como: a brincadeira é utilizada de forma adequada visando à aprendizagem dos alunos na instituição pesquisada? Qual é a importância da brincadeira para a aprendizagem da criança? Qual é a diferença entre jogo, brinquedo e brincadeira? Para a elaboração da pesquisa foi realizada uma entrevista com duas professoras da instituição. No referencial teórico discutimos conceitos sobre o que é brincar e qual a sua importância para o desenvolvimento da criança, o que é infância, qual a diferença entre jogo, brinquedo e brincadeira, e ainda a brincadeira como ferramenta didática. Para isso, usamos como literatura autores como: Kishimoto (1995), Vygotsky (1998), Brougère (2001), Brasil (1998) dentre outros. Ficou claro com a pesquisa que as entrevistadas tem certa carência de conhecimento sobre o brincar. Percebeu-se ainda que apesar das professoras utilizarem o brincar em suas rotinas, ambas não possuem um planejamento para o uso das brincadeiras como ferramenta de aprendizagem. Desse modo, concluímos que muito tem se estudado sobre esse tema, no entanto os educadores ainda tendem a utilizar o brincar em sala de aula como uma mera distração, e não de forma dirigida visando o desenvolvimento das crianças.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentPedagogia Eadpr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.subject.cnpqEducaçãopr_BR
dc.contributor.referees3Alves, Elza Maria Silva de-
Appears in Collections:Pedagogia (A distância)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O brincar como forma_Artigo.pdf439.05 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons