Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4419
Title: Juventude e criminalização: aproximações ao debate sobre os direitos humanos da juventude pobre de Natal/RN
Authors: Silva, Juliane Valéria Oliveira da
Keywords: Juventudes;Criminalização;Violência;Direitos Humanos
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Juliane Valéria Oliveira da. Juventude e criminalização: aproximações ao debate sobre os direitos humanos da juventude pobre de Natal/RN. 2014. 65f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: O presente trabalho apresenta uma análise preliminar acerca das diversas formas de violência sofrida pelo conjunto da população juvenil na atualidade, particularizando, a juventude pobre de Natal/RN. Se propõe a analisar e problematizar as formas de tratamentos e concepções historicamente construídas e atribuídas à infância e a juventude, principalmente, a infância e juventude pobre, a fim de conhecer com mais profundidade os processos de criminalização e violência vivenciados historicamente por este segmento e reclamar e visibilizar os processos prático-políticos que os afirmam e os legitimam. Do ponto de vista metodológico, o estudo foi realizado privilegiando a pesquisa bibliográfica e documental. Para esta última foram priorizadas as seguintes fontes: mapa da violência 2013, IBGE e anuário de Natal 2013. As análises realizadas revelaram que é visível a concretização da violação dos direitos humanos da juventude pobre de Natal/RN, incluindo aí, o direito a vida, sem o qual os demais direitos não tem sentido e significado. A invisibilidade a qual estão sujeitos, antes mesmo de nascerem e durante todo seu processo de vida, é de uma perversidade tão absurda que mascara seus rotos impedido o reconhecimento e valorização das suas potencialidades, bem como a elaboração e implementação de propostas capazes de fazer o enfrentamento, em sua raiz, das “problemáticas” que os afligem. Permanecendo oculta, portanto, a percepção desse segmento como sujeito de direitos e potencial construtor de mudanças sócio - estruturais.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4419
Other Identifiers: 2010033167
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JulianeVOS_Monografia.pdfServiço Social 1.11 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.