Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4335
Título: Prevalência de sarcopenia e obesidade sarcopênica em pacientes com câncer colorretal
Autor(es): Silva, Aline Chagas da
Palavras-chave: Câncer;Cancer;Sarcopenia;Sarcopenia;Obesidade sarcopênica;Sarcopenic obesity;Tomografia computadorizada;Computed tomography;Composição corporal;Body composition
Data do documento: 2017
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: SILVA, Aline Chagas da. Prevalência de sarcopenia e obesidade sarcopênica em pacientes com câncer colorretal. 2017. 30f. Artigo científico (Graduação em Nutrição) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2017.
Resumo: Objetivos: A sarcopenia é uma síndrome caracterizada por perda de massa muscular e ocorre frequentemente em pacientes oncológicos. Apesar de caracterizada por perda de peso, a sarcopenia também pode ocorrer em indivíduos obesos. O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência destas síndromes em pacientes com câncer colorretal. Materiais e métodos: Pacientes maiores de 18 anos de idade, com câncer colorretal, atendidos no Hospital de Câncer de Barretos entre 2010 e 2014, foram selecionados para a pesquisa. A sarcopenia foi avaliada através de imagens de tomografia computadorizada (TC) obtidas do prontuário dos pacientes. A área muscular foi calculada a partir das imagens da terceira vértebra lombar (L3) e normalizada pela estatura do paciente, para obtenção do índice de músculo esquelético (IME). Para definição de sarcopenia e obesidade sarcopênica, utilizou-se ponto de corte estabelecido para sexo e índice de massa corporal (IMC). Indivíduos foram identificados com obesidade sarcopênica quando apresentaram IMC de obesidade, mais IME de sarcopenia. Resultados: Noventa e quatro pacientes com idade média de 51,5 anos foram incluídos no estudo. Ao todo, 45,7% (n=43) dos participantes tiveram sarcopenia. A prevalência de obesidade sarcopênica foi de 9,1% (n=4) nas mulheres e 8% (n=4) nos homens. Conclusões: As prevalências de sarcopenia e obesidade sarcopênica foram similares a estudos realizados anteriormente. As imagens de TC foram capazes de identificar grande variação da composição corporal entre os indivíduos. É necessário que se realizem mais estudos que investiguem a sarcopenia e suas consequências em pacientes com câncer colorretal, especialmente em populações brasileiras.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4335
Outros identificadores: 2011017411
metadata.dc.description.embargo: 2020-07-06
Aparece nas coleções:FACISA - Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Prevalenciadesarcopenia_Silva_2017.pdfArtigo1.17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.