Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4314
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorElsangedy, Hassan Mohamed-
dc.contributor.authorSilva, Victor Mariano-
dc.date.accessioned2017-07-05T20:34:59Z-
dc.date.available2017-07-05T20:34:59Z-
dc.date.issued2017-06-23-
dc.identifier2015080861pr_BR
dc.identifier.citationSILVA, Victor Mariano. A relação entre a acurácia interoceptiva e o nível de atividade física em adultos. 2017. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física)-Departamento de Educação Física. Centro de Ciências da Saúde. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4314-
dc.description.abstractInteroceptive accuracy is described as an objective measure that quantifies interindividual variations in the detection of bodily sensations. According to the Somatic Marker Hypothesis, conscious and unconscious visceral changes interact with emotions and influence decision-making processes, and ultimately, behaviors. Several studies have shown a relationship between interoceptive accuracy and the practice of physical activities. This study aimed to verify the correlation between interoceptive accuracy and the level of physical activity in adults. The sample consisted of 46 apparently healthy individuals, classified by the level of physical activity into G1 (sedentary and insufficiently active, n = 18, age = 23.0 ± 8.5, BMI = 22.02 ± 2.02, IA = 0.7575 ± 0.3188) and G2 (active and very active, n = 28, age = 22.5 ± 5.00, BMI = 23.15 ± 2.99, IA = 0.60 ± 0.36). There was no significant correlation between interoceptive accuracy values and physical activity level groups. The findings show that interoceptive accuracy has no relation to the level of physical activity or the intensity of the activities performed. Active behavior does not seem to be influenced by an isolated factor, but by a set of factors-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectinterocepçãopr_BR
dc.subjectpercepção corporalpr_BR
dc.subjectcomportamento ativopr_BR
dc.titleA relação entre a acurácia interoceptiva e o nível de atividade física em adultospr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.description.resumoA acurácia interoceptiva é descrita como uma medida objetiva que quantifica variações interindividuais na detecção de sensações corporais. De acordo com a Hipótese do Marcador Somático, as alterações viscerais, conscientes e inconscientes, interagem com as emoções e influenciam os processos de tomada de decisão, e por fim, os comportamentos. Diversos estudos têm mostrado relação entre a acurácia interoceptiva e a prática de atividades físicas. Este estudo objetivou verificar a correlação entre a acurácia interoceptiva e o nível de atividade física em indivíduos adultos. A amostra foi composta por 46 indivíduos aparentemente saudáveis, classificados pelo nível de atividade física em G1 (sedentários e insuficientemente ativos; n=18; idade = 23,0 ± 8,5; IMC = 22,02 ± 2,02; AI = 0,4575 ± 0,3188) e G2 (ativos e muito ativos; n=28; idade = 22,5 ± 5,00; IMC = 23,15 ± 2,99; AI = 0,60 ± 0,36). Não houve correlação significativa entre os valores de acurácia interoceptiva e os grupos de nível de atividade física. Os achados mostram que a acurácia interoceptiva não tem relação com o nível de atividade física ou com a intensidade das atividades realizadas. O comportamento ativo não parece ser influenciado por um fator isolado, mas por um conjunto de fatores.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentEducação Físicapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.subject.cnpqCiências da Saúdepr_BR
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relaçãoacuráciainteroceptiva_2017_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo829.23 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.