Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4189
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAraújo, Fábio Resende de-
dc.contributor.authorPereira, Thâmara Samara Oliveira-
dc.date.accessioned2017-06-29T13:22:34Z-
dc.date.issued2017-06-13-
dc.identifier2013027972pr_BR
dc.identifier.citationPEREIRA, Thâmara Samara Oliveira. Análise da Repercussão do Consumo de Grupos Alimentares no Estado Nutricional dos Escolares no Município de Santa Cruz -RN : um Estudo Longitudinal. 2017. 77f. Artigo Científico (Graduação em Nutrição) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4189-
dc.description.abstractOBJECTIVE: The objective of this study is to relate anthropometric profile to food consumption in schoolchildren from elementary school (first years) in two different moments. METHODS: The study was conducted with 299 children, 190 males and 109 females. The anthropometric nutritional status was evaluated through the Body Mass Index for age, with ages ranging from 5 to 10 years and food consumption by QUADA, a questionnaire answered by the students to recall and identify the foods consumed during the 24 hours of the previous day. The associations were tested using the chi-square test, with calculation of the respective prevalence ratios and 95% confidence interval. RESULTS: Males were predominant in schoolchildren's research. When assessing the nutritional status, it was observed that this remained unchanged in a large part of the schoolchildren, thus prevailing the eutrophic result, although it still registered an audience of overweight and obese schoolchildren according to the IMC / I indicator. And in relation to the food consumption, predominated in the QUADA applied a maintenance of the consumption of the ultraprocessed group instead of fruits, vegetables and vegetables. CONCLUSION: Overweight and obesity are public health problems that are increasing in early childhood and, therefore, affecting the school stage. Thus, greater attention is needed for health promotion and prevention measures, as well as the implementation of Brazilian food and nutrition policies and programs.pr_BR
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsembargoedAccesspr_BR
dc.subjectEscolarespr_BR
dc.subjectEstado Nutricionalpr_BR
dc.subjectConsumo Alimentarpr_BR
dc.titleAnálise da Repercussão do Consumo de Grupos Alimentares no Estado Nutricional dos Escolares no Município de Santa Cruz -RN: um Estudo Longitudiinalpr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.description.embargo2020-06-28-
dc.contributor.advisor-co1Ana Paula Trussardi Fayhpr_BR
dc.contributor.referees1Araújo, Fábio Resende de-
dc.contributor.referees2Araújo, Daline Fernandes de Souza-
dc.description.resumoOBJETIVO: Este estudo tem como objetivo relacionar o perfil antropométrico com o consumo alimentar dos escolares dos primeiros anos do ensino fundamental em dois momentos distintos. MÉTODOS: A pesquisa foi realizada com 299 crianças, sendo 190 do sexo masculino, e 109 do sexo feminino. O estado nutricional antropométrico foi avaliado através do Índice de Massa Corporal para idade, com faixa etária de 5 a 10 anos e o consumo alimentar pelo QUADA, questionário respondido pelos escolares para recordar e identificar os alimentos consumidos durante as 24 horas do dia anterior. As associações foram testadas utilizando o teste qui-quadrado, com cálculo das respectivas razões de prevalência e intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: O sexo masculino foi predominante na pesquisa dos escolares. Ao avaliar o estado nutricional percebeu-se que este se manteve sem modificação em grande parte dos escolares, prevalecendo, portanto o resultado eutrófico, embora ainda registre um público de escolares com sobrepeso e obesos segundo o indicador IMC/I. E em relação ao consumo alimentar, predominou no QUADA aplicado uma manutenção do consumo do grupo de ultraprocessados em vez de frutas, legumes e verduras. CONCLUSÃO: O sobrepeso e obesidade são problemas de saúde pública que vem aumentando na primeira infância e, por conseguinte incidindo na fase escolar. Com isso, se faz necessária uma maior atenção para as medidas de prevenção e promoção da saúde, além da implantação de políticas e programas brasileiros de alimentação e nutrição.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentNutriçãopr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.contributor.referees3Bezerra, Ricardo Andrade-
Appears in Collections:FACISA - Nutrição



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.