Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4188
Title: Uso popular de plantas medicinais como recurso terapêutico em Santa Cruz – RN.
Other Titles: Popular use of medicinal plants as a therapeutic resource in Santa Cruz – RN.
Authors: Santos, Mikaella Hayanne Medeiros dos Santos
Keywords: plantas medicinais; medicina tradicional; fitoterapia;medicinal plants; traditional medicine; phytotherapy
Issue Date: 28-Jun-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SANTOS, Mikaella Hayanne Medeiros dos. Uso popular de plantas medicinais como recurso terapêutico em Santa Cruz – RN. 2017. 29 f. Monografia (Graduação) - Curso de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2017.
Portuguese Abstract: Introdução: Plantas medicinais têm sido utilizadas para o tratamento de doenças ou qualquer acometimento à saúde e, com o passar dos anos, mais pesquisas se voltaram ao aprofundamento do conhecimento sobre constituição química destas plantas e, a partir disso nasceu a fitoterapia. Objetivos: Avaliar o conhecimento popular sobre uso da aroeira, angico e óleo de coco na cura das afecções de saúde. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa de campo quantitativa do tipo transversal e prospectiva realizada com adultos e idosos participantes de uma feira livre que usam ou usaram o óleo de coco, aroeira e angico. Para isso foi construído e aplicado um formulário pré-estruturado e foram então aplicados os testes qui-quadrado e exato de Fisher para análise estatística. Resultados: Participaram 205 pessoas com maioria de mulheres e idosos em ambos os sexos. A fitoterapia foi mais utilizada na frequência mensal (55,2%), sendo o óleo de coco o mais utilizado. A principal fonte de informação sobre a fitoterapia foram os parentes (65%) e não profissinais de saúde (2,4%) e a renda e a escolaridade estão relacionadas a essa questão. Para os três fitoterápicos, houveram indicações para afecções respiratórias, sendo o óleo de coco utilizado puramente e a aroeira e o angico preparados por infusão da casca e com todos possuindo poucos relatos de contraindicações e efeitos indesejáveis. Conclusão: A educação em saúde se faz necessária junto ao grupo analisado, uma vez que utilizam os fitoterápicos por conta própria e pouca orientação por profissionais de saúde, fato este que pode acarretar em mascaramentos de sintomas de doenças, interações com medicamentos e possíveis intoxicações importantes.
Abstract: Introduction: Medicinal plants have been used for diseases treatment or any health impairment and over the years, more researches have been performed to improve knowledge on the chemical constitution of these plants and, from this, the phytotherapy was created. Objectives: To evaluate the popular knowledge and indication of use of aroeira, angico and coconut oil in the cure of health conditions. Methodology: This is a cross-sectional and prospective quantitative field research conducted with adults and seniors costumers of a popular fair that use or used coconut oil, aroeira and angico. A pre-structured form in the "Likert Scale" format was developed and applied. Chi-square and Fisher's exact tests were then applied for statistical analysis. Results: Two-hundred-five participated with the majority of women and the elderly in both sexes. The phitotherapy was most used in monthly frequency (55.2%), being the coconut oil most used. The main source of information about herbal medicine was relatives (65%) and health non-professionals (2.4%), and the income and schooling are related to this issue. For the three herbal medicines, there were indications for respiratory infections, being coconut oil more used in its pure form and aroeira and angico both are prepared by infusion of the bark and with all having few reports of contradictions and side effects. Conclusion: Health education is necessary in the analyzed group, since they use herbal medicines on their own and with little guidance by health professionals. This can lead to masks of disease symptoms, drug interactions and possible major intoxications.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4188
Other Identifiers: 2013030038
metadata.dc.description.embargo: 2020-07-26
Appears in Collections:FACISA - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - Uso popular de plantas medicinais como recurso terapêutico em Santa Cruz – RN.pdfArtigo científico sobre uso popular de plantas medicinais489.22 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.