Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/4069
Title: Avaliação da eficiência de cisternas utilizadas no P1MC frente aos diferentes regimes pluviais do Rio Grande do Norte
Authors: Gomes, Layan Soares
Keywords: Captação de água;Eficiência de cisternas;Regiões homogêneas
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GOMES, Layan Soares. Avaliação da eficiência de cisternas utilizadas no P1MC frente aos diferentes regimes pluviais do Rio Grande do Norte. 2017. 17f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil), Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Esta pesquisa propõe uma análise da eficiência de cisternas de 16 m³ utilizadas de forma padronizada no Programa 1 Milhão de Cisternas (P1MC). As eficiências foram calculadas através de simulações do balanço hídrico da cisterna por período de mais de 53 anos de dados diários de precipitação. Utilizou-se dados pluviométricos de quatro regiões de precipitação homogênea no Estado do RN e variou-se a área de telhado para captação em 40 m², 60 m², 80 m² e 100 m². Os demais parâmetros foram utilizados de acordo com a prática no P1MC, demanda de 14 litros.habitante-1.dia-1, 5 habitantes por residência, foi considerado um coeficiente de escoamento superficial de 0,80 e um “First-Flush” de 1mm. Os resultados indicaram que apenas em regiões localizadas no semiárido do Estado e áreas de captação abaixo de 60 m², as eficiências foram abaixo de 90%, valor que a NBR 15.527 indica como desejável. Para estes casos, que representam menos que 32% dos resultados das simulações, confirma-se uma ineficácia do programa devido às baixas eficiências apresentadas. Conclui-se a necessidade da definição de mais tipologias de tamanho de cisternas ou ampliação da área de captação para se atingir a eficiência de 90% para o atendimento das demandas humanas prioritárias.
Abstract: This research proposes an analysis of 16-cubic-meters cisterns’ efficiencies used in standardized way in the Program 1 Million Cisterns (P1MC). The efficiencies were calculated through simulations of the cistern’s water balance for a period of more than 53 years of daily precipitation data. Rainfall data was used for four regions of homogeneous precipitation in the RN state and the roof area for water catchment was varied in 40 m², 60 m², 80 m² and 100 m². The other parameters were used according to the P1MC’s practice, demand of 14 liters.inhabitant-1.day-1; 5 inhabitants per residence; it was considered a runoff coefficient of 0,80 and a First-Flush of 1mm. The results indicated that only in regions located in the state’s semi-arid region and catchment areas below 60 m², the efficiencies were below 90%, value that NBR 15.527 indicates as desirable. For these cases, which represent less than 32% of the simulation results, it had been confirmed a program`s ineffectiveness due to low efficiencies shown. It was concluded the necessity of more size types of tanks or extension of the catchment area where there is low efficiency to achieve 90% efficiency to meet the priority human demands.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4069
Other Identifiers: 2011049836
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
avaliação-eficiência-cisternas-Gomes-Artigo.pdfTCC - 2017.11.36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons