Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3988
Title: Plano de remuneração baseado em ações: uma análise dos determinantes da sua adoção nas empresas listadas na BM&FBOVESPA (2010-2013)
Authors: Medeiros, Vanessa Câmara de
Keywords: Teoria da agência;Plano de remuneração baseado em ações;Determinantes;Brasil
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MEDEIROS, Vanessa Câmara de. Plano de remuneração baseado em ações: uma análise dos determinantes da sua adoção nas empresas listadas na BM&FBOVESPA (2010-2013). 2015. 45f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Nas sociedades por ações, a inerente separação entre o acionista e o executivo tende a gerar conflitos de interesses, podendo assim afetar o desempenho dessas organizações. Esse processo remete-se à teoria da agência, especialmente a ideia dos problemas de agência, que ocorrem quando o principal e o agente buscam maximizar sua utilidade própria. Para mitigar esses efeitos, tem-se recorrido de forma crescente, tanto a nível internacional como no Brasil, ao plano de remuneração baseado em ações, mais conhecido como Employee Stock Options Plans (ESOP), que consiste na concessão de opções de ações para executivos sob um preço de exercício e um período previamente estabelecidos. Nesse sentido, este estudo busca investigar quais foram os determinantes que explicaram a adoção do plano de remuneração baseado em ações nas companhias listadas na BM&FBOVESPA no período 2010-2013. Para tanto, procedeu-se com uma pesquisa descritiva e explicativa, de cunho quantitativo. Os dados foram coletados nos formulários de referência, nas demonstrações contábeis e nos relatórios de administração das empresas analisadas, que podem ser encontrados no sítio eletrônico da BM&FBOVESPA e na base dados Economática. A amostra ficou restrita a 150 empresas que disponibilizaram os dados necessários para estimação dos determinantes da remuneração baseada em ações. Para atingir o objetivo deste trabalho, utilizou-se a metodologia de regressão logística com dados em painel. Os resultados evidenciam que variáveis como oportunidades de crescimento, CEO atuando também como presidente do conselho, tamanho da empresa e ausência de controlador explicam de forma positiva a adoção do plano de remuneração baseada em ações por parte das empresas analisadas. Conclui-se, de forma geral, que esses resultados divergem da maior parte dos estudos empíricos sobre o tema, sendo as oportunidades de crescimento e o tamanho da empresa as únicas variáveis condizentes com a revisão da literatura empírica efetuada.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3988
Other Identifiers: 2012915241
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PlanoDeRemuneracao_Medeiros_2015Ciências Contábeis719.42 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.