Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3967
Title: As melhores práticas do Conselho de Administração dentro do sistema bancário
Authors: Silva, Adriana Severiano Reis
Keywords: Governança Corporativa;Instituições Financeiras;Conselho de Administração;Recomendações;IBGC
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Adriana Severino Reis. As melhores práticas do Conselho de Administração dentro do sistema bancário. 2015. 88f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: No sistema capitalista moderno existe uma separação crescente entre as funções dos acionistas, donos da empresa, e os gestores, que dirigem a companhia. Essa separação entre propriedade e gestão pode ocasionar conflitos de interesses entre as duas partes. A Governança Corporativa entra nesse contexto de conflito de agência, pois é considerada como uma prática que une os interesses das diferentes partes de uma organização, como os acionistas, diretoria, fornecedores e clientes. Os principais interesses que se pode observar nas empresas adeptas a Governança Corporativa seria o aumento do valor da Instituição, além de viabilizar seu acesso ao capital com intenção de ganhar ou manter-se no mercado. O seguinte trabalho faz uma abordagem sobre a Governança Corporativa dentro Sistema Financeiro, partindo da ideia que os bancos são mais complexos que as empresas de outros segmentos, por isso eles são submetidos a um maior controle governamental, e necessitam de constante aprimoramento da boa governança, justificando assim o trabalho do Conselho de Administração para desenvolver melhoras no controle interno. O objetivo dessa pesquisa é apresentar os benefícios em se ter um bom Conselho de Administração dentro de uma Instituição Financeira, partindo das normas e regras de condutas, que são denominadas de “códigos de melhores práticas”, com o destaque no Código Brasileiro das Melhores Práticas de Governança Corporativa do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC). Para a construção desse trabalho, foram utilizadas pesquisas bibliográficas e qualitativas, a coleta de dados foi realizada por meio de consultas de materiais referentes ao tema, e que deram base para a definição da amostra com o conjunto de dez bancos, e a criação de diversas tabelas. Como a que se referia “as Instituições Financeiras x Recomendações sobre o Conselho de Administração”, em que foi analisado o conselho de cada um dos participantes da amostra, através de algumas recomendações com elevado grau de importância para a boa governança praticada pelo Conselho. Como resultado da análise dessa primeira tabela foram determinadas pontuações para cada uma das recomendações analisadas, que serviram como base para a construção do ranking entre os bancos pré-definidos. Com esse estudo pode-se observar que o Conselho de Administração é como um grupo importante para a boa governança devido a sua capacidade de interagir os interesses da diretoria com os acionistas, porém dentro da amostra dos bancos em alguns casos não foi constituído da forma adequada para cumprir com todos os propósitos que foram determinados para ele.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3967
Other Identifiers: 2009009436
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MelhoresPraticas_Silva_2015.pdfCiências Contábeis1.01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.