Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3963
Title: Mensuração dos custos de tomografias computadorizadas: um estudo de caso no Hospital Universitário Onofre Lopes
Authors: Azevedo, Yuri Gomes Paiva
Keywords: Custos hospitalares;Custeio baseado em atividades;Tomografia computadorizada
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: AZEVEDO, Yuri Gomes Paiva. Mensuração dos custos de tomografias computadorizadas: um estudo de caso no Hospital Universitário Onofre Lopes. 2015. 74f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Diante da dificuldade da mensuração dos custos hospitalares e da importância da utilização das informações de custos para uma eficiente gestão, este estudo tem como objetivo apurar o custo dos procedimentos de tomografias computadorizadas realizadas no Hospital Universitário Onofre Lopes. Para tanto, foi identificado o itinerário dos pacientes que iriam realizar os procedimentos de diagnóstico por imagem, bem como as particularidades de cada tipo de exame. A coleta de dados se deu através da pesquisa documental e da aplicação de entrevistas com a coordenação do Centro de Diagnóstico por Imagem, colaboradores do setor e demais setores que possuem relação com o serviço de TC, sendo realizadas durante o período de Novembro/2014 a Março/2015. Através da observação dos tipos de procedimentos, bem como das variáveis que impactam na formação do seu custo, identificou- se, através do custeio baseado em atividades, um custo de R$ 126,45 para o procedimento básico; de R$ 424,86 para o procedimento contrastado; de R$ 212,95 para o procedimento sedado; e R$ 540,22 para o procedimento contrastado e sedado. O comparativo entre os recursos repassados pelo SUS e os custos apurados evidenciou um superávit financeiro no procedimento básico. Porém, percebeu-se que os recursos repassados, na maioria dos casos, são insuficientes, tendo em vista que a apuração dos custos supera o valor repassado pelo SUS em 523% no procedimento contrastado e sedado; 336% no procedimento contrastado; e 56% no procedimento sedado, corroborando assim, os estudos de Baer, Campino e Cavalcanti (2001), Souza et al (2010) e Lima et al (2007).
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3963
Other Identifiers: 2010015320
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MensuracaoDosCustos_Azevedo_2015.pdfCiências Contábeis1.18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.