Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3960
Title: O impacto da folha de pagamento na escolha do regime de tributação: Simples Nacional (anexo vi) x Lucro Presumido, para à empresa do ramo de engenharia
Authors: Medeiros, Thalys Belchior de
Keywords: Planejamento tributário;Simples nacional;Desoneração da folha de pagamento.
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MEDEIROS, Thalys Belchior de. O impacto da folha de pagamento na escolha do regime de tributação: Simples Nacional (anexo vi) x Lucro Presumido, para à empresa do ramo de engenharia. 2015. 40f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Nesta monografia buscou-se estudar a Lei Complementar nº 123/2006, a qual foi alterada pela Lei Complementar 147/2014, em forma de um estudo de caso de uma empresa do ramo de serviço de engenharia, abordando o impacto da folha de pagamento entre os regimes tributários Simples Nacional e o Lucro Presumido. A nova tabela foi criada para ampliar as atividades intelectuais, técnicas, cientificas, regulamentadas ou não que ficaram de fora deste regime tributário em sua criação. Este novo anexo trouxe alíquotas sobre o faturamento superiores ao do Lucro Presumido, no entanto trouxe o beneficio da desoneração da folha de pagamento, o qual reduz os seus encargos. Logo após, foi aplicado o conhecimento obtido ao estudo de caso da empresa do ramo de engenharia, da qual foram solicitados dados históricos de faturamento dos anos de 2013 e 2014, e da folha de pagamento do ano de 2014. Posteriormente foram elaboradas planilhas no Excel com os dados obtidos, simulando a viabilidade da opção do Simples Nacional para o ano de 2015. Para tanto, a folha de pagamento e os impostos foram apurados no ano de 2014 nos dois regimes tributários, e foi identificado neste trabalho que quando a relação encontrada da folha de pagamento e o faturamento for igual ou superior a 30,53% no Lucro Presumido, a opção menos onerosa demonstrou ser o Simples Nacional, que apesar de pagar mais impostos sobre o faturamento, conseguiu obter uma economia nos encargos da folha de pagamento, e com isto, suprir o aumento do imposto e ainda e trazer ganho financeiro para a entidade. Recomenda-se para trabalhos futuros, ser feito um estudo onde consiga quantificar o número de empresas tributadas pelo anexo VI que conseguiram obter um beneficio fiscal com estas alterações.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3960
Other Identifiers: 2011031377
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ImpactoDaFolha_Medeiros_2015Ciências Contábeis1.4 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.