Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3921
Title: Design Inclusivo: Estudo de caso – Adaptações de baixo custo na terapia ocupacional
Other Titles: Inclusive Design: Case Study - Low Cost Adaptations in Occupational Therapy
Authors: Rangel, Hellen dos Santos
Keywords: Design Vernacular;Design Inclusivo;Ergonomia;Adaptações De Baixo Custo;Terapia Ocupacional.
Issue Date: 1-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RANGEL, Hellen dos Santos. Design inclusivo: estudo de caso - adaptações de baixo custo na terapia ocupacional. 2016. 75f. Trabalho de conclusão de curso (Design) - Departamento de Artes, Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: A presente pesquisa propõe a reflexão em torno dos novos cenários onde o designer pode atuar a partir do estudo de adaptações de baixo custo feitas por pessoas que não tem formação acadêmica em design. O objetivo é conhecer, descrever e compreender como se dá a construção dessas adaptações, quais os materiais utilizados, os exercícios trabalhados, os benefícios propostos e a motivação da terapeuta ocupacional em produzi-los. A terapia ocupacional abrange a recuperação da autonomia do indivíduo a fim de reinseri-lo na sociedade. Para tanto, o profissional utiliza a tecnologia assistiva - que é a junção de recursos e serviços focados na recuperação por meio de adaptações e acompanhamentos regulares. Essas adaptações são frequentes no que diz respeito à acomodação do produto à necessidade do individuo - seja física, motora, financeira ou de mercado. Levando, assim, à utilização de materiais alternativos como base para construção, já que os torna mais baratos e, consequentemente, acessíveis a comunidade. Nesse contexto, também se insere a ergonomia, que trata justamente da interação entre o homem e um artefato ou sistema, o design inclusivo e o design vernacular.
Abstract: The present research proposes a reflexion around the new scenarios where the designer can act from the study of adaptations of low cost made by people who do not have academic formation in design. The objective is to know, describe and understand how the structures are adapted, the materials used, the exercises worked, the projects proposed and the motivation for the production of occupational products. Occupational therapy covers the recovery of the individual's autonomy in order to reinsert it in society. For this, the professional uses assistive technology - a combination of resources and services focused on recovery through regular adaptations and follow-ups. These adaptations are frequent and do not relate to the production of the product in the individual's need - physical, motor, financial or market. This leads to the use of alternative materials as a basis for construction, since the cheaper and consequently accessible to the community. In this context, ergonomics is also inserted, which deals precisely with the interaction between man and an artifact or system, inclusive design and vernacular design.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3921
Other Identifiers: 2011022734
Appears in Collections:Design

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC II FINALIZADO .pdf2,2 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons