Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3891
Title: Fatores determinantes da falência técnica dos clubes de futebol do Brasil
Authors: Marinho, Marianna Celestino de Souza
Keywords: Futebol;Endividamento;Fatores determinantes;Clubes brasileiros
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MARINHO, Marianna Celestino de Souza. Fatores determinantes da falência técnica dos clubes de futebol do Brasil. 2016. 39f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Com todo esse problema do endividamento dentro das equipes de futebol brasileiras, e pelo fato das mesmas estarem passando por um momento de transformação na busca de uma melhor gestão profissional, modernidade e transparência em suas prestações de contas com o decreto da lei nº 10.672, em 2003 os clubes passaram a ser obrigados a divulgarem seus demonstrativos contábeis, com a finalidade de se ter uma maior transparência financeira, contudo se percebeu uma falta de padronização entre os clubes, por isso, o CFC aprovou a NBC T 10.13 na resolução 1.005 de 2004, tratando das normas contábeis específicas aplicadas às entidades desportivas, estabelecendo normas de avaliação, registros contábeis e estruturação das demonstrações. Portanto, tornou-se possível avaliar a situação financeira das equipes e a partir disso, o presente estudo tem por objetivo determinar os fatores que influenciam no endividamento dos clubes brasileiros. Para isso, quanto à tipologia, foi realizada uma pesquisa descritiva, quanto aos procedimentos, documental e bibliográfica e quanto a abordagem do problema, quantitativa. Dentre os 29.208 clubes de futebol existentes no Brasil citado pela FIFA, escolheu-se uma amostra de 25 clubes, conforme a disponibilização dos demonstrativos contábeis, compreendendo os anos de 2010 a 2015. Selecionaram-se dez variáveis, dentre elas uma dependente – o passive a descoberto, e nove independentes –, composição do endividamento, custo/ receita, margem líquida, giro do ativo, liquidez corrente, divisão, doze grandes, ROA, rebaixamento. Fez-se uma regressão logística, escolheu-se esse modelo de regressão pelo fato da variável dependente ser de natureza bibária ou bicotômica. O resultado identificado na análise foi que as variáveis 12 grandes e giro do ativo possuem uma relação de significância, ambas tiveram valores abaixo de 5%, valor adotado para se predizer se as variáveis são signifiantes, a primeira pode ser explicada como significante devido aos 12 maiores times serem os 12 mais endividados, e a variável giro do ativo apesar da receita cobrir o ativo, não é suficiente para minimizar o passivo.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3891
Other Identifiers: 2011071757
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MariannaCSM_Monografia.pdfCiências Contábeis 858.87 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.