Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3829
Title: Avaliação Antropométrica em Parturientes com Diabetes Mellitus Gestacional
Other Titles: Anthropometric Evaluation in Parturients with Gestational Diabetes Mellitus
Authors: Bezerra, Caroline Guedes
Keywords: Gestação. Diabetes. Antropometria. Ganho de peso.
Issue Date: 4-May-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BEZERRA, Caroline. Avaliação Antropométrica em Parturientes com Diabetes Mellitus Gestacional. 2017. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Curso de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: O diabetes mellitus gestacional é classificado como uma alteração da glicose, diagnosticada no período gestacional, a qual é responsável pela hiperglicemia variável, que pode ou não persistir após o parto. O sobrepeso/obesidade pré-gestacional e o ganho de peso excessivo durante a gestação, podem apresentar implicações diretas sobre o risco gestacional e os seus desfechos maternos. Desta forma, faz-se necessário durante o acompanhamento pré-natal a realização da avaliação antropométrica para orientação quanto ao ganho de peso adequado na gestação assegurando assim a saúde da mãe e do bebê. Este estudo teve como principal objetivo avaliar antropometricamente parturientes com diabetes mellitus gestacional. A pesquisa foi do tipo caso-controle e a amostragem composta por mulheres voluntárias atendidas para o parto em uma maternidade pública de Natal/RN, no período de agosto de 2015 a agosto de 2016. As voluntárias foram separadas em grupo controle (n = 26) e grupo com diabetes mellitus gestacional (n = 25). O perfil antropométrico pré-gestacional foi avaliado pelo índice de massa corporal de acordo com IOM (2009), e o perfil antropométrico gestacional, baseado na proposta de Atalah et al. (1997). O ganho de peso foi obtido pela diferença do peso inicial e final da gestação conforme anotação no cartão do pré-natal. Foi utilizado o teste t-Student e as diferenças foram consideradas significativas quando p < 0,05. O perfil antropométrico no período que antecede a gestação apresentou diferença significativa entre os grupos, onde o controle foi diagnosticado com eutrofia e o grupo com diabetes com obesidade (p = 0,0005). A análise da avaliação antropométrica gestacional também apresentou diferença significativa entre os grupos, uma vez que o controle apresentou diagnóstico de sobrepeso e o grupo com diabetes de obesidade (p < 0,0001). A avaliação do ganho de peso demonstrou não houver diferença significativa entre os grupos (p = 0,3807). O perfil antropométrico avaliado no início e no final da gestação apontou diferenças entre os grupos, mas não houve diferença no ganho de peso.
Abstract: Gestational diabetes mellitus is classified as a change in glucose, diagnosed during the gestational period, which is responsible for variable hyperglycemia, which may or may not persist after birth. Pre-gestational overweight/obesity and excessive weight gain during pregnancy may have direct implications on gestational risk and maternal outcomes. Therefore, it is necessary during the prenatal follow-up to perform the anthropometric evaluation to guide the weight gain during pregnancy to ensure the health of the mother and the baby. This study aimed to evaluate anthropometrically parturients with gestational diabetes mellitus. The research was case-control type and a sample composed of volunteer women attended for delivery at a public maternity hospital in Natal/RN, in the period from August 2015 to August 2016. The volunteers were separated into a control group (n = 26) and a group with gestational diabetes mellitus (n = 25). The pre-gestational anthropometric profile was evaluated by the body mass index according to the IOM (2009), and the gestational anthropometric profile, based on the proposal of Atalah et al. (1997). The weight gain was obtained by the difference of the initial and final gestational weight with the annotation on the prenatal card. The t-Student's test was used and were considered significant when p <0.05. The anthropometric profile in the period before gestation presented a significant difference between the groups, being the control group diagnosed with eutrophy and the group with diabetes presenting obesity (p = 0.0005). The analysis of the gestational anthropometric evaluation also showed a significant difference between the groups, the control group presented a diagnosis of overweight and the group with diabetes was diagnosed with obesity (p <0.0001). An evaluation of weight gain showed no significant difference between the groups (p = 0.3807). The anthropometric profile at the beginning and at the end of gestation indicated differences between the groups, but there was no difference in weight gain.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3829
Other Identifiers: 2013048373
metadata.dc.description.embargo: 2018-05-16
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AntropométricaParturientesDiabetes_2017_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo1.45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.