Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3828
Title: Educação Quilombola: identidade, tradições e costumes (des)valorizados na prática escolar urbana.
Authors: Araújo, Janaina Jardiny Dantas de
Keywords: Comunidade Remanescente de Quilombolas;Tradições e Identidades;Alunos Quilombolas;Políticas de ações afirmativas;Práticas escolares
Issue Date: 9-May-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ARAÚJO, Janaina Jardiny Dantas de. EDUCAÇÃO QUILOMBOLA: IDENTIDADE, TRADIÇÕES E COSTUMES (DES)VALORIZADOS NA PRÁTICA ESCOLAR URBANA. 2017. 74 f. Monografia (Graduação) - Curso de Pedagogia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó/RN, 2017.
Portuguese Abstract: Este estudo aborda os afro-descendentes dos quilombos, hoje, por força da política de ações afirmativas, doravante, denominados povos tradicionais quilombolas. Como resultado de lutas e enfrentamentos históricos desde o período escravagista até os dias atuais, os afro-descendentes conseguiram conquistar direitos antes negados, dentre eles as políticas voltadas às ações afirmativas e as legislações que versam sobre o atendimento escolar da população negra. Legislações decorrentes dessas políticas servem para orientar práticas escolares que busquem valorizar a identidade, as tradições e os costumes desses povos invisibilizados. Desse modo, enfocando os negros remanescentes de quilombolas, este trabalho monográfico objetiva analisar como, sob a visão dos pais das crianças quilombolas, as práticas escolares da Escola Municipal Professor Humberto Gama, situada em região urbana, na cidade de Currais Novos/RN, tem contribuído para a valorização da identidade, tradições e costumes da comunidade quilombola Negros do Riacho, geograficamente localizada também no município de Currais Novos, estado do Rio Grande Norte. Metodologicamente, o trabalho consistiu em uma pesquisa de abordagem qualitativa, tendo utilizado como procedimentos observações na comunidade, entrevista com pais de alunos quilombolas que estudam na escola em questão, aplicação de questionários junto aos professores da escola que atuam em sala com alunos quilombolas e pesquisa bibliográfica que buscou aporte teórico nas políticas de ações afirmativas, bem como nas ideias de autores tais como: SANTOS (2010) e QUIJANO (2010) no que se refere aos conceitos de pensamento abissal, eurocentrismo, colonialismo e colonialidade, os quais são estruturantes deste trabalho; além do diálogo com as ideias de REIS e GOMES (1996) SILVA (2009), MENDONÇA (2008), DRESCHER (2011), REIS e SILVA (1989), ASSUNÇÃO (1994), GOMES (2006), PINSKY (2011), MUNANGA (1995/1996) e REIS (1995/1996) – estudiosos da temática africana e afro-brasileira que trouxeram contribuições importantes para o estudo. A partir dos dados da pesquisa, concluímos que na visão dos pais, confirmada por meio da empiria levantada junto aos professores, as práticas escolares não contemplam as orientações das políticas de ações afirmativas, dificultando o trabalho de valorização da identidade, tradições e costumes da comunidade, uma vez que trabalha conforme a representação do negro folclorizada pelo poder hegemônico, o que indica a necessidade de formação para mudança de postura.
Abstract: This study deals with the afro-descendants of the quilombos, today, by virtue of the policy of affirmative actions, henceforth called traditional quilombola peoples. As a result of struggles and historical confrontations from the period of slavery to the present day, Afro-descendants have been able to conquer previously denied rights, among them affirmative action policies and the legislations dealing with school attendance of the black population. Legislations resulting from these policies serves to guide school practices that seek to value the identity, traditions and customs of these invisible peoples. This way, focusing on the remaining black quilombolas, this monographic work aims to analyze how, under the parents´ vision of quilombola children, the school practices of the Professor Humberto Gama Municipal School, located in an urban area in the town of Currais Novos / RN, contributed to the valorization of the identity, traditions and customs of the quilombola community Negros do Riacho, geographically located also in the town of Currais Novos, state of Rio Grande Norte. Methodologically, the work consisted in a qualitative research, using as procedures the observations in the community, interview with parents of quilombola students who study in the school in question, application of questionnaires to the teachers of the school who work in room with quilombola students and research A bibliographical study that sought a theoretical contribution in the affirmative action policies, as well as in the ideas of authors such as: SANTOS (2010) and QUIJANO (2010) regarding the concepts of abyssal thinking, Eurocentrism, colonialism and coloniality, which are structuring of this work; REIS and GOMES (1996) SILVA (2009), MENDONÇA (2008), DRESCHER (2011), REIS and SILVA (1989), ASSUNÇÃO (1994), GOMES (2006), PINSKY (2011), MUNANGA (1995/1996) and REIS (1995/1996) - scholars of the subject African and Afro-Brazilian who brought important contributions to the study. From the research data, we conclude that in the parents' view confirmed through the empiricism raised with the teachers, school practices do not contemplate affirmative action policy orientations, making it difficult to value the identity, traditions and customs of the community, Since it works according to the folkloric representation of the black by the hegemonic power, which indicates the need for training to change posture.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3828
Other Identifiers: 2013047625
Appears in Collections:CERES - Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EducaçãoQuilombola_Araújo_2017Monografia1,89 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.