Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3728
Title: Análise do nível das variações apresentadas no processo de confrontação da previsão com a arrecadação da receita pública dos estados brasileiros.
Authors: Porto, Thiago Francisco de Lira
Keywords: Arrecadação;Receita pública;Variações
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PORTO, Thiago Francisco de Lira. Análise do nível das variações apresentadas no processo de confrontação da previsão com a arrecadação da receita pública dos estados brasileiros. 2014. 53f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: Tratando da elaboração do orçamento no âmbito da administração pública, a previsão de receitas constitui-se um fator decisivo. É por meio dela que o ente público traça seus programas de trabalho para o exercício financeiro, ou seja, são com base na estimativa das receitas que são fixadas as despesas do orçamento, bem como o montante de recursos que será destinado aos programas governamentais. Por se tratar de uma previsão, é comum que a receita efetivamente realizada seja diferente daquela que foi orçada (informação que só se obtém no encerramento do exercício) o que pode gerar a descontinuidade de programas por falta de recursos. Uma falha acentuada no calculo de estimativa da receita poderá resultar em várias interpretações, se a maior, por exemplo, a de que o executivo estaria superestimando as receitas quando da elaboração do orçamento, a fim de obter do legislativo autorização para a realização de despesas que muito provavelmente não seriam honradas, se a menor o estado teria uma receita sem uma previa destinação, deixando de atender alguma demanda da população. Este trabalho tem como objetivo analisar a variação no processo de orçamentação das receitas dos estados brasileiros. A pesquisa foi desenvolvida no período compreendido entre 2006 a 2012. Para mensurar o Nível das variações no processo de planejamento orçamentário, foi calculada a média percentual de acerto (MA%) de cada estado e por região do Brasil. Foi utilizado ainda, o desvio-padrão (DP) para analisar qual era o comportamento dos principais estados em comparação a sua região de origem. Dando assim, como resultado que na região norte do país o estado do Amazonas obteve maior média de acerto e menor desvio-padrão demonstrando que no período analisado o estado foi constante no acerto da previsão. No nordeste, o Maranhão obteve maior média de arrecadação e na região Sudeste foi o estado de São Paulo. Entretanto, na Região sul e centro-oeste com Santa Catarina e Goiás respectivamente foram os que tiveram as melhores médias, porém com um alto desvio- padrão para a região implicando dizer que não são constantemente eficientes no processo de orçamentação das receitas.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3728
Other Identifiers: 200704419
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseDoNivel_Porto_2014Ciências Contábeis306.89 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons