Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3570
Title: Vitamina D na Síndrome dos Ovários Policísticos: revisão da literatura
Authors: Sales, Lauriana da Silva
Keywords: Síndrome do Ovário Policístico;Vitamina D
Issue Date: 26-Jan-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SALES, Lauriana da Silva. Vitamina D na Síndrome dos Ovários Policísticos. 2017. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) – Curso de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma das endocrinopatias mais comum na mulher em idade reprodutiva, e frequentemente está associada à resistência insulínica (RI), obesidade e dislipidemia. Caracteriza-se por hiperandrogenismo que pode se manifestar por hirsutismo, acne, seborreia, alopecia, irregularidade menstrual, obesidade e cistos ovarianos. Essa síndrome modula os processos metabólicos e hormonais, aumentando o risco de infertilidade dessas mulheres. Seu tratamento direciona-se para a regularização da menstruação e recuperação da fertilidade e, neste contexto, a vitamina D pode desempenhar um papel fundamental na adjuvância deste tratamento. O presente trabalho tem como objetivo fazer uma revisão da literatura para avaliar os efeitos da suplementação de vitamina D na SOP. A revisão foi realizada nos bancos de dados PubMed, Lilacs e Scopus, com artigos publicados entre 2006 e 2017. Evidências demonstram a relação entre as alterações metabólicas e a deficiência de vitamina D, a partir de baixas concentrações de 25-hidroxivitamina D (25(OH)D) associadas à resistência insulínica, irregularidades ovulatórias e menstruais, ao menor sucesso gestacional, hirsutismo, hiperandrogenismo e obesidade. Ademais, 67 a 85% de mulheres diagnosticadas com SOP apresentam concentrações séricas de 25(OH)D < 20 ng / ml. Estudos demonstram efeitos benéficos da suplementação de vitamina D em pacientes com SOP, uma vez que de fato existe uma relação entre a vitamina D e a função reprodutiva, evidenciada por baixas concentrações séricas de 25(OH)D associadas a irregularidades ovulatórias e menstruais, porém mais estudos de intervenção são necessários para comprovar essa hipótese.
Abstract: Polycystic ovary syndrome (PCOS) is one of the most common endocrinopathies in women of reproductive age, and is often associated with insulin resistance (IR), obesity, and dyslipidemia. It is characterized by hyperandrogenism that can be manifested by hirsutism, acne, seborrhea, alopecia, menstrual irregularity, obesity and ovarian cysts. This syndrome modulates the metabolic and hormonal processes, increases the risk of infertility, where the treatment of PCOS is directed to regularization of menstruation and recovery of fertility, in which vitamin D may play a key role in this treatment. The present review of literature aims to evaluate the role of vitamin D supplementation in PCOS. The review was carried out in the PubMed, Lilacs and Scopus databases, with papers published between 2006 and 2017. Selected studies evaluated the effects of vitamin D on PCOS. Evidence shows the relationship between metabolic changes and vitamin D deficiency, low levels of 25-hydroxyvitamin D (25 (OH) D) associated with IR, ovulatory and menstrual irregularities, decreased gestational success, hyperandrogenism and obesity. In addition, 67 to 85% of women diagnosed with PCOS have serum concentrations of 25 (OH) D <20 ng / ml. Studies have shown beneficial effects of vitamin D supplementation in patients with PCOS, since there is a relationship between vitamin D and reproductive function. However more intervention studies are needed to prove this hypothesis.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3570
Other Identifiers: 2012955434
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VitaminaDsíndrome_2017_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo341,21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.