Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3486
Title: Território e processo de trabalho em saúde: representações sociais de agentes comunitários de saúde (Caicó/RN)
Authors: Gonçalo, Tiago Ananias
Keywords: Geografia da Saúde;Território;Territorialização;Agentes Comunitários de Saúde;Processo de Trabalho em Saúde
Issue Date: 21-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GONÇALO, Tiago Ananias. TERRITÓRIO E PROCESSO DE TRABALHO EM SAÚDE: representações sociais de agentes comunitários de saúde (Caicó/RN). 2016. 81 f. Monografia (Graduação) - Curso de Geografia Bacharelado, Unifersidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2017.
Portuguese Abstract: A partir das contribuições teóricas e metodológicas do campo da Geografia, o conceito de território ganhou novos contornos conceituais e operacionais no Sistema Único de Saúde (SUS). No contexto do SUS, o conceito de território implicou (e implica) em novas conformações da atenção à saúde e da gestão do processo de trabalho em saúde, notadamente na Atenção Primária à Saúde (APS). Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo compreender a representação social de território dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) das equipes de saúde da família I e II da Unidade Básica de Saúde Paraíba, em Caicó (RN), atentando para as implicações dessa representação no processo de trabalho das referidas equipes. Trata-se de pesquisa qualitativa, cuja população constou dos 16 ACS das Equipes de Saúde da Família I e II da UBS Paraíba. A coleta dos dados ocorreu nos meses de setembro e outubro de 2016. As informações foram registradas em áudio, transcritas na íntegra e analisadas através da técnica de codificação temática. Emergiram duas categorias da análise do material empírico: Em pedaços: representação do conceito de território do/no SUS dos ACS; e O controle do território: a importância do território no processo de trabalho no cotidiano do ACS. Pode-se concluir que tanto o conceito de território como os impactos desta representação de território são um cumulativo de problemas processuais que decorrem no tempo-espaço, destes profissionais vivos ao mesmo tempo cidadãos. As soluções aos problemas gerados pelos poderes existentes no território podem ser solucionadas, segundo os ACS, com planejamento adequado, como: dividir os territórios por quarteirões fazendo uma simulação, melhorar a acessibilidade de contato com o ACS em relação de hierarquia na equipe, ter grupos de ajuda para os ACS desabafarem e se reabilitar de suas aflições no trabalho, não congestionar o sistema de saúde, fazer um novo remapeamento coerente que não fique fragmentado, repensar sobre a divisão de equipes, humanizar mais para a população ser bem atendida, fazer capacitação de urgência para melhor eficácia e compreensão tanto da profissão como do uso da territorialização dos territórios, aumenta mais funcionários da saúde.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3486
Other Identifiers: 2013026895
Appears in Collections:CERES - Geografia (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Territorio e processo de trabalho em saúde_Monografia_Gonçalo.pdfMonografia3,5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.