Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3438
Title: Relação entre ângulo fase e medidas de desempenho físico em idosos comunitários
Authors: Germano, Matheus Lucena
Keywords: SPPB;Ângulo de fase;Idosos;Desempenho físico
Issue Date: 9-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GERMANO, Matheus Lucena. Relação entre ângulo fase e medidas de desempenho físico em idosos comunitários. 2016. 51f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia)-Departamento de Fisioterapia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2016.
Portuguese Abstract: Introdução: O ângulo fase (PhA) oriundo da bioimpedância elétrica (BIA) é de grande relevância clinica pois está relacionado com o estado de saúde dos indivíduos. O desempenho físico também pode determinar o estado de saúde do paciente idoso e pode ser avaliado por meio do Short Physical Performance Battery (SPPB). Atualmente pouco se sabe sobre a relação entre valores de ângulo fase com o desempenho físico em idoso comunitários. Objetivo: Verificar a relação entre o ângulo de fase e o desempenho físico em idosos comunitários do município de Natal-RN. Metodologia: Trata-se de um estudo epidemiológico analítico de caráter transversal, no qual foram avaliados 249 indivíduos de ambos os sexos, com idade entre 68 a 79 anos selecionados aleatoriamente em 05 bairros da cidade do Natal-RN. Foi avaliado dados sócio demográficos, medidas antropométricas, presença de doenças crônicas e hábitos de vida e estado cognitivo. A avaliação do desempenho físico foi realizada pelo SPPB e o ângulo de fase foi avaliado por meio da BIA. Resultados: A amostra final composta por 81 (48,5%) homens e 86 mulheres (51,5%). Em relação ao estado clínico de saúde as mulheres apresentaram maior número de condições crônicas (24,7%). Entre os homens a média do ângulo de fase foi 5,82 ± 0,67 e nas mulheres a média obtida foi 5,20 ± 0,58. Em relação as medidas de desempenho físico e valores de ângulo de fase foi observado que os homens apresentaram uma correlação significativa para a força de preensão palmar (r= 0,46; p-valor<0,01) e a velocidade da marcha (r= 0,33; p-valor<0,01), enquanto que houve uma correlação inversa para o teste de sentar e levantar (r= -0.32; p-valor<0,01). Além disso, os homens com bom desempenho no SPPB e bom equilíbrio apresentaram maiores valores de ângulo de fase (p<0.01). Em relação as mulheres, somente foi observado correlação significativa entre o ângulo de fase e a velocidade de marcha (r=0,26; p=0,01). Conclusão: Os resultados desse estudo revelaram que o PhA da bioimpedância está associado com o bom desempenho físico em idosos comunitários do sexo masculino, não foi observado significância entre as mulheres.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3438
Other Identifiers: 2013086777
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relaçãoângulofase_2016_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo709,28 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons