Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3401
Title: Prevalência de dor na região lombar e fatores associados nos policiais militares do 8º Batalhão de Polícia Militar do Rio Grande do Norte.
Authors: Cardoso, Edeildo Simplício
Keywords: Dor lombar. Epidemiologia. Saúde do trabalhador. Militar.;Low back pain. Epidemiology. Ocupational health. Military Personnel
Issue Date: 1-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CARDOSO, Edeildo Simplício. Prevalência de dor na região lombar e fatores associados nos policiais militares do 8º Batalhão de Polícia Militar do Rio Grande do Norte. 2016. 25 f. TCC (Graduação) - Curso de Fisioterapia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz-rn, 2016.
Portuguese Abstract: Introdução: A lombalgia é uma importante causa de sofrimento que poderá levar o individuo à incapacitação. Este trabalho avaliou a prevalência de dor lombar entre policiais militares do 8º Batalhão da Polícia Militar do RN, a presença de incapacidade decorrente da lombalgia e fatores associados. Metodologia: Foram avaliados 97 policiais militares quanto aos dados sociodemográficos, alterações posturais, presença e intensidade de dor lombar (antes e após um turno de trabalho), e nível de incapacidade pelo questionário Oswestry Disability Índex (ODI). Análise de regressão linear múltipla foi utilizada para avaliar os fatores associados à ODI entre os indíviduos que apresentaram dor lombar, considerando IC 95% e p<0,05. Resultados: A queixa de dor lombar na amostra estudada foi de 58,8% antes do turno e 89,7% após o turno de trabalho, e 82,5% relatou prejuízo na realização das atividades da vida diária decorrente de lombalgia. Maiores valores do ODI foram positivamente associados à idade, presença de alterações posturais e ao maior nível de dor percebida após o turno de trabalho. Conclusão: Há uma alta prevalência de dor lombar e incapacidade relacionada nos policiais militares. Medidas preventivas são necessárias para melhorar a qualidade de vida e reduzir custos com futuros afastamentos de suas funções.
Abstract: Introduction: Low back pain is an important cause of suffering that may lead to disability. This study evaluated the prevalence of low back pain among military police officers of the 8th Military Police Battalion of RN, the presence of disability due to low back pain and the associated factors. Methodology: 97 military policemen were evaluated for sociodemographic data, postural changes, presence and intensity of low back pain (before and after a work shift), and level of disability by the Oswestry Disability Index (ODI) questionnaire. Multiple linear regression analysis was used to evaluate factors associated with ODI among subjects who presented low back pain, considering 95% CI and p <0.05. Results: The complaint of low back pain in the sample studied was 58.8% before the work shift and 89.7% after it, and 82.5% reported difficulties in daily life activities due to low back pain. Higher ODI values were positively associated with age, presence of postural changes and the higher level of pain perceived after the work shift. Conclusion: There is a high prevalence of low back pain and related disability among military police officers. Preventive measures are necessary to improve the quality of life and reduce costs with future absence from their work.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3401
Other Identifiers: 2012963632
metadata.dc.description.embargo: 2019-12-15
Appears in Collections:Fisioterapia



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons