Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3391
Title: Diferenças intersexuais crípticas no lagarto Cnemidophorus ocellifer (Spix, 1825)
Other Titles: Cryptic Intersex Differences in the Brazilian Whiptail Lizard Cnemidophorus ocellifer (Spix, 1825)
Authors: Huber, Marc Aurélio Araújo
Keywords: Ornamentação mútua;Mutual ornamentation;Correlação genética;Genetic correlation;Evolução de cores;Color evolution
Issue Date: 7-Jun-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: HUBER, Marc Aurélio Araújo. Diferenças intersexuais crípticas no lagarto Cnemidophorus ocellifer (Spix, 1825). 2016. 24 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas)- Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Ornamentos coloridos são comumente imaginados como resultado de seleção sexual, expressos pelo sexo que enfrenta intensa pressão seletiva. No entanto, a evidência empírica sugere que a coloração conspícua pode estar presente em ambos os sexos. A teoria da evolução de ornamentos mútuos sugere que a coloração do sexo feminino ou é o resultado de correlação genética (= coloração intensa que tem vantagens evolutivas só para o sexo masculino) ou seleção mútua (= coloração intensa tem vantagens evolutivas em ambos os sexos). Meu objetivo foi investigar as possíveis forças seletivas que atuam em ornamentos das fêmeas em uma espécie de lagarto mutuamente ornamentado. Analisei a coloração dos ocelos e escamas ventrais exteriores (EVE) encontradas em ambos os sexos de Cnemidophorus ocellifer. Investigei as diferenças entre os sexos e correlações entre cor e características de qualidade morfológicas. Ambos os ornamentos investigados tiveram forte reflectância no ultravioleta (UV) e comprimentos de onda médios (verde). Os machos apresentaram significativamente maior intensidade UV e coloração verde do que as fêmeas, e a coloração dos ocelos foi associada com o tamanho do corpo apenas em fêmeas. Estes resultados estão em acordo com as previsões da teoria da correlação genética. Além disso, indivíduos maiores de ambos os sexos mostraram coloração mais intensa nas EVE, demostrando que as forças seletivas que atuam na coloração deste ornamento e nos ocelos podem ser de magnitudes diferentes. Meus resultados corroboram a hipótese de que a coloração do sexo feminino é produzida por correlação genética, resultando em vários ornamentos coloridos. No entanto, a pressão de seleção pode ser diferente em amostras de cores individuais, sugerindo um complexo sistema de interação de forças seletivas.
Abstract: Colorful ornaments are commonly thought to be results of sexual selection, expressed by the sex experiencing intense selective pressure. However, empirical evidence suggests that conspicuous coloration can be present in both sexes. Evolutionary theory of mutual ornaments suggests female coloration is either the result of genetic correlation (=intense coloration has evolutionary advantages only for males) or mutual selection (=intense coloration has evolutionary advantages in both sexes). My aim was to investigate the possible selective forces acting on females ornaments in a mutually ornamented lizard species. I analyzed coloration of eyespots and outer ventral scales (OVS) found in both sexes of Cnemidophorus ocellifer. I investigated differences between sexes and correlations between color and morphological quality traits. Both ornaments investigated had strong reflectance in ultraviolet (UV) and medium wavelengths (green). Males had significantly more intense UV and green coloration than females, and ocelli coloration was associated with body size only in females. These results are in line with predictions of genetic correlation theory. Additionally, larger individuals of both sexes showed more intense OVS coloration, showing that selective forces acting on ocelli and OVS coloration might be of different magnitude. My results support the hypothesis that female coloration is produced by genetic correlation, resulting in multiple colorful ornaments. However, selection pressure can be different on individual color patches suggesting a complex system of interacting selective forces.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3391
Other Identifiers: 2012913238
Appears in Collections:Ciências Biológicas (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiferençasIntersexuais_Huber_2016.pdfMonografia1,27 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.