Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3386
Title: Caracterização e classificação das propriedades ópticas de aerossóis na atmosfera de Natal, Brasil
Authors: Oliveira, Daniel Camilo Fortunato dos Santos
Keywords: Aerossóis; Cimel; AOD; Coeficiente de Ångström; Aerossóis Marítimos; Retrotrajetórias; Aerossol Desértico;Aerosols; Cimel; AOD; Ångström Coefficient; Marine Aerosols; Backward Trajectories; Desert Aerosols
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Daniel Camilo Fortunato dos Santos. CARACTERIZAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DAS PROPRIEDADES ÓPTICAS DE AEROSSÓIS NA ATMOSFERA DE NATAL, BRASIL. 2016. 28 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Ambiental, Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O presente trabalho tem como objetivo caracterizar e classificar pela primeira vez os aerossóis atmosféricos de Natal (RN) em função de suas propriedades ópticas características. Para tal utilizou-se um fotômetro solar Cimel como meio de obtenção dos dados no período de 29 de janeiro a 5 de julho de 2016 e cujos parâmetros utilizados para a caracterização e classificação foram a profundidade óptica de aerossol (AOD) e o coeficiente de Ångström (α). Com a instalação do Cimel no Campus da UFRN, a base de dados de Natal passou a fazer parte das redes RIMA (Red Ibérica de Medida de Aerosoles) e AERONET (AErosol RObotic NEtwork), e ele foi trazido pela parceria entre o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), a Universidad de Granada (UGr), e o Grupo de Pesquisa de Modelagem e Observação de Química Atmosférica (GP-MOQA/Departamento de Ciências Atmosféricas e Climáticas/ CCET/ UFRN). Durante o período de medições, em apenas 31% dos dias foram obtidas medições o que forneceu uma média de AOD (500 nm) de 0,112 (±0,074), indicando aerossóis marítimos e uma média de α (500-870 nm) de 0,140 (±0,203) cujos valores menores que 1 são esperados para zonas costeiras. As análises de frequência dos histogramas confirmaram que as características eram de aerossóis marítimos com a maioria dos valores obtidos de AOD menores que 0,15 e α abaixo de 0,4 o que foi confirmado com a classificação feita no gráfico de dispersão AOD versus α onde 62% dos aerossóis presentes na coluna atmosférica de Natal (RN) eram aerossóis marítimos, 19% eram valores negativos e desprezados da classificação e 19% dos aerossóis não tiveram classificação nesse estudo. A classificação e caracterização dos aerossóis foram confirmadas pela modelagem de retrotrajetórias do modelo HYSPLIT onde a grande maioria (93% a 500 m, 69% a 1500 m e 28 % a 3000 m de altura) das frequências de massas de ar se originaram no Sudeste no Oceano Atlântico. Durante o período de estudo e com a metodologia usada, não foi confirmada a presença de aerossóis desérticos nem a presença de massas de ar vindas do Continente Africano.
Abstract: In this study the first characterization and classification of atmospheric aerosols over Natal (RN) based on the presented optical properties is envisioned. A Cimel solar photometer was used for obtaining the Aerosol Optical Depth (AOD) and Ångström coefficient (α) in the period from January 29th to July 5th 2016. The Natal data base belongs to the RIMA and AERONET networks, and is part of a collaboration partnership between the Nuclear and Energy Research Institute (IPEN), the University of Granada (UGR) and the Research Group for Modeling and Monitoring of Atmospheric Chemistry (GP-MOQA / Department of Atmospheric and Climate Sciences / CCET / UFRN). During the measurement period, 31% of the measurements days were valid data, from these days the mean value of AOD (500 nm) was 0.112 (± 0.074), indicating marine aerosols. Additionally, the mean value of α (500-870 nm) was 0.140 (± 0.203), the expected values for coastal zones are less than 1. From frequency analysis of histograms the characteristics of marine aerosols were confirmed as most values AOD were smaller than 0.15 and α values were below 0.4. The local aerosol classification is confirmed by a scatter plot of AOD versus α where 62% of aerosols present in the atmospheric column Natal (RN) were marine aerosols, 19% were disregarded because of negative values and 19% of the aerosols were not classified in this study. The classification and characterization of aerosols were confirmed by modeling backward trajectories of the HYSPLIT model, the majority (93% at 500 m, 69% at 1500 m and 28% at 3000 m height) of air masses frequency were originated in the Southeast Atlantic Ocean. During the study period and under the methodology used the presence of desert aerosols were not confirmed, neither the presence of air masses coming from the African Continent.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3386
Other Identifiers: 2016007490
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caracterização e classificação_Monografia.pdfTCC-2016.21,3 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.