Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3372
Title: Solo como fonte difusa de contaminação em minas de scheelita no semiárido Tropical
Authors: Medeiros, Ana Cláudia Leite de
Keywords: Mineração. Metais pesados. EUPS. Perda de solo.
Issue Date: 6-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MEDEIROS, Ana Cláudia Leite de. SOLO COMO FONTE DIFUSA DE CONTAMINAÇÃO EM MINAS DE SCHEELITA NO SEMIÁRIDO TROPICAL. 2016. 20 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: As atividades antrópicas são os principais agentes aceleradores dos processos erosivos, ocasionando a desagregação de partículas do solo, transporte e deposição através da ação das gotas de chuva e escoamento superficial. Dentre estas atividades, destaca-se a mineração, considerando a principal fonte de recursos minerais essenciais para o desenvolvimento socioeconômico, fonte antrópica de metal pesado, causando alteração na qualidade do solo. A falta de medidas de proteção sanitária e ambiental contribui para o risco de degradação em toda área de influência da mineração. No Rio Grande do Norte a extração mineral teve início em 1940, no município de Currais Novos, região semiárida. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi estimar a perda de solos e de contaminantes por erosão em áreas de mineração de scheelita nas minas Barra Verde e Olho d’Água. A mata nativa foi utilizada como padrão de referência de qualidade. A partir de banco de dados gerados no estudo “Atributos físicos e químicos de áreas degradadas pela mineração de scheelita na região tropical semiárida” foi possível estimar a perda dos nutrientes: P, NT, MO, metais pesados: Cd, Pb, Cu e os atributos físicos: areia, silte e argila. Para determinar a perda de solo na área de mineração foi utilizado a Equação Universal de Perda de Solo, consideram-se fatores de erosividade da chuva, erodibilidade do solo, comprimento de rampa, declividade, uso do solo, manejo e práticas conservacionistas complementares. O estudo da perda de solos se torna fundamental, pois o conhecimento antecipado do potencial de erosão pode direcionar a atividade humana, facilitando o estabelecimento de programas de monitoramento ambiental da área em recuperação. As perdas dos atributos físicos e químicos do solo nas áreas de estudo quando comparadas a mata nativa reduzem a qualidade do solo nas áreas de mineração, o que compromete o desenvolvimento da vegetação nativa e a recuperação da área, sendo necessária a implantação das medidas mitigadoras para acelerar o processo de estabilização da área e de recuperação do ecossistema local.
Abstract: Anthropogenic activities are the main accelerating agents of erosive processes, resulting in the disintegration of soil particles, transport and deposition through the action of raindrops and surface runoff. Among these activities, we highlight mining, considering the main source of mineral resources essential for socioeconomic development, anthropogenic source of heavy metal, causing changes in soil quality. The lack of sanitary and environmental protection measures contributes to the risk of degradation in all areas of mining influence. In Rio Grande do Norte mineral extraction began in 1940, in the municipality of Currais Novos, semi-arid region. In this sense, the objective of this work was to estimate the loss of soils and contaminants by erosion in the areas of Scheelite mining in the Barra Verde and Olho d'Água mines. The native forest was used as a reference quality standard. Loss of nutrients: P, NT, MO, heavy metals: Cd, Pb, Cu and physical attributes: sand, silt and clay were generated in the study “Atributos físicos e químicos de áreas degradadas pela mineração de scheelita na região tropical semiárida” database. In order to determine soil loss in the mining area, the Universal Soil Loss Equation was used rain erosivity, soil erodibility, slope length, slope, soil use, management and conservation practices complementary. The study of soil loss becomes fundamental, since the anticipated knowledge of the erosion potential can direct the human activity, facilitating the establishment of environmental monitoring programs of the area in recovery. The loss of physical and chemical attributes of the soil in the study areas when compared to the native forest reduces the soil quality in the mining areas, which compromises the development of native vegetation and the recovery of the area. Accelerate the process of stabilizing the area and restoring the local ecosystem.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3372
Other Identifiers: 2015008027
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Solo como fonte_Monografia.pdfTCC-2016.21,04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.