Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3331
Title: Determinação do clima de onda da praia da Barreira do Inferno
Authors: Gurgel, Daniel de Freitas
Keywords: Clima de ondas;Modelagem numérica;Barreira do Inferno
Issue Date: 16-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ALMEIDA, L. R.;SCUDELARI, A.C.;AMARO,V.E.;ARAÚJO,D.J.C.Clima Marítimo da Praia Ponta Negra, Baseado em Dados de Reanálise do SMC-Brasil. In: XXVI Congresso Latino-americano de Hidráulica Santiago, Chile, agosto, 2014. ARAÚJO, D.J.C; SCUDELARI,A.C.; AMARO,V.E. Clima de ondas atuante em praias urbanas da cidade de Natal/RN. In: XXI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos. Brasília, novembro, 2015. ARAÚJO, V. D.;REYES-PERES, Y.; LIMA, R.O.; PELOSI, A.P.M.R; MENEZES, L.; CÓRDOBA.V.C; LIMA. F.P. Fácies e Sistema Deposicional da Formação Barreiras na Região da Barreira do Inferno, Litoral Oriental do Rio Grande do Norte. In: Geologia USP Série Científica São Paulo, v. 6, n. 2, p. 43-49, outubro, 2006 IH-CANTÁBRIA. Documento Temático - Ondas. Instituto de Hidráulica Ambiental da Universidade de Cantábria. Santander, p. 155, 2013a. IH-CANTÁBRIA. Sistema de Modelado Costeiro - Manual de Referência. Instituto de Hidráulica Ambiental da Universidade de Cantábria. Santander, 2013b. PARREÑO, B.; ABREY, T.; ESTEBAN, V. Análise e Modelação da Praia de Cala Millor (Ilhas Baleares de Mariorca). In: Congresso sobre Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras dos Países de Expressão Portuguesa, 8, 2015, Aveiro. Anais... Aveiro: Associação Portuguesa de Recursos Hídricos, 2015. VITAL, H.; STATTEGGER, K.; AMARO, V. E.; SCHWARZER, K.; FRAZÃO, E. P.; TABOSA, W.F. A. Modern high-energy siliciclastic-carbonate platform: Continental shelf adjacent to Northern Rio Grande do Norte State, NE Brazil. In: HAMPSON, G., STEEL, R., BURGUESS, P.DALRYMPLE, R. (Ed.). Recent advances in models of siliciclastic shallow-marine Stratigraphy. SEPM Special Issue, 90:177-190, 2008.
Portuguese Abstract: A erosão costeira causa sérios impactos sociais e econômicos. Estes são perceptíveis em várias praias que tiveram sua faixa praial reduzida ou comprometida, em portos que passaram a receber deposição de sedimento em excesso, dificultando a atividade portuária e em outros ambientes costeiros que tiveram seus contornos transformados ao longo do tempo. A praia da Barreira do Inferno é uma área militar protegida e carece de estudos de clima de onda. Nessa perspectiva, esse trabalho teve como objetivo caracterizar o clima de ondas da praia da Barreira do Inferno com o intuito de se conhecer as informações preliminares para um futuro procedimento de modelagem costeira no local. Foram analisados 9 pontos ao longo da praia e, após um procedimento de análise das informações de onda dadas por cada ponto, foi definido o ponto mais representativo para a região. Dentre os resultados obtidos, verificou-se que o ponto representativo da frente da praia da Barreira do Inferno é o de coordenadas – latitude -5,9317o, longitude -35,05o. Notou-se, também, a incidência de ondas principalmente das direções de ESE e E. Para o regime médio, o período de pico entre as principais direções de onda é de, aproximadamente, 7,58 segundos. A altura significativa é de, aproximadamente, 1,44 metros. Já para o regime extremo, o período de pico pode durar em média até 12,40 segundos e a altura significativa pode atingir 2,39 metros.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3331
Other Identifiers: 2014082899
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Trabalho de Conclusão de Curso - Daniel de Freitas Gurgel - Engenharia Ambiental.pdfTrabalho de Conclusão de Curso970,91 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons