Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3285
Title: Avaliação da alimentação escolar oferecida aos alunos em creche
Authors: Goes, Maria Raiane Bernardino de
Keywords: Creche; Alimentação escolar; Frutas e hortaliças; Cardápio; Alimentos processados e ultraprocessados.
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GOES, Maria Raiane Bernardino de. Avaliação da alimentação escolar oferecida aos alunos em creche. 2016. 41f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) – Curso de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Promover a alimentação saudável na escola, na perspectiva do direito humano, é garantir segurança alimentar e nutricional (SAN) e, sobretudo, construir cidadania. Para tentar suprir, parcialmente, as necessidades nutricionais das crianças matriculadas em escolas públicas, bem como efetivar o que se preconiza na SAN, o PNAE vem sendo executado e aperfeiçoado em toda a rede pública no Brasil.No ambiente escolar, o aumento do consumo de frutas e hortaliças deve ser estimulado,assim como deve ser evitada a oferta de alimentos processados e ultraprocessados. Portanto, o objetivo deste estudo foi analisar os cardápios da alimentação escolar ofertados aos alunos da creche do município Camutanga-PE quanto à oferta de frutas, hortaliças, alimentos processados e ultraprocessados. Para tanto, realizou-se uma análise quantitativa dos alimentos presentes nos cardápios ofertados na alimentação escolar da creche. Sistematizaram-se as informações dos cardápios dos meses de fevereiro a novembro de 2016. A análise se baseou nas recomendações preconizadas na Resolução 26/2013- FNDE/MEC e nos critérios do Modelo de Perfil Nutricional da OPAS (2016), em relação à oferta de frutas e hortaliças e a identificação da presença de produtos alimentícios processados e ultraprocessados, respectivamente. Os resultados mostraram que a oferta de frutas e hortaliças, por meio dos cardápios oferecidos aos alunos da creche é superior à 200g/aluno/semana e que a frequência desses alimentos nos cardápios é igual ou maior a três vezes por semana. A quantidade ofertada no cardápio semanal variou de 565 g/aluno/semana a 905 g/aluno/semana e a frequência de 3 a 5 vezes por semana. Contudo,ressalta-se que a creche tem atendimento integral e os alunos realizam quatro refeições durante o período de permanência diário. Em relação à identificação de alimentos processados, os mais frequentes foram: produtos de panificação (pães e biscoitos), queijo mussarela e suco de uva.Sendo os pães e biscoitos, tipo maria, maisena e cream cracker, os mais identificados no cardápio. Dentre os ultraprocessados: creme de leite, achocolatado em pó, bebida láctea e requeijão.Foi possível perceber que apesar da proibição e da restrição de determinados alimentos, como uma tentativa de minimizar a presença desses na alimentação escolar e estimular o consumo dos alimentos in natura e minimamente processados, ainda existe uma prevalência, pequena, desse tipo de alimento na composição dos cardápios da creche.Diante do exposto, conclui-se que o planejamento dos cardápios da creche do estudo em geral mostrou-se adequado quanto à oferta de frutas e hortaliças, mas deve-se atentar para a prevalência de alimentos processados e ultraprocessados, de modo a melhor atender às necessidades nutricionais das crianças.
Abstract: Promover a alimentação saudável na escola, na perspectiva do direito humano, é garantir segurança alimentar e nutricional (SAN) e, sobretudo, construir cidadania. Para tentar suprir, parcialmente, as necessidades nutricionais das crianças matriculadas em escolas públicas, bem como efetivar o que se preconiza na SAN, o PNAE vem sendo executado e aperfeiçoado em toda a rede pública no Brasil.No ambiente escolar, o aumento do consumo de frutas e hortaliças deve ser estimulado,assim como deve ser evitada a oferta de alimentos processados e ultraprocessados. Portanto, o objetivo deste estudo foi analisar os cardápios da alimentação escolar ofertados aos alunos da creche do município Camutanga-PE quanto à oferta de frutas, hortaliças, alimentos processados e ultraprocessados. Para tanto, realizou-se uma análise quantitativa dos alimentos presentes nos cardápios ofertados na alimentação escolar da creche. Sistematizaram-se as informações dos cardápios dos meses de fevereiro a novembro de 2016. A análise se baseou nas recomendações preconizadas na Resolução 26/2013- FNDE/MEC e nos critérios do Modelo de Perfil Nutricional da OPAS (2016), em relação à oferta de frutas e hortaliças e a identificação da presença de produtos alimentícios processados e ultraprocessados, respectivamente. Os resultados mostraram que a oferta de frutas e hortaliças, por meio dos cardápios oferecidos aos alunos da creche é superior à 200g/aluno/semana e que a frequência desses alimentos nos cardápios é igual ou maior a três vezes por semana. A quantidade ofertada no cardápio semanal variou de 565 g/aluno/semana a 905 g/aluno/semana e a frequência de 3 a 5 vezes por semana. Contudo,ressalta-se que a creche tem atendimento integral e os alunos realizam quatro refeições durante o período de permanência diário. Em relação à identificação de alimentos processados, os mais frequentes foram: produtos de panificação (pães e biscoitos), queijo mussarela e suco de uva.Sendo os pães e biscoitos, tipo maria, maisena e cream cracker, os mais identificados no cardápio. Dentre os ultraprocessados: creme de leite, achocolatado em pó, bebida láctea e requeijão.Foi possível perceber que apesar da proibição e da restrição de determinados alimentos, como uma tentativa de minimizar a presença desses na alimentação escolar e estimular o consumo dos alimentos in natura e minimamente processados, ainda existe uma prevalência, pequena, desse tipo de alimento na composição dos cardápios da creche.Diante do exposto, conclui-se que o planejamento dos cardápios da creche do estudo em geral mostrou-se adequado quanto à oferta de frutas e hortaliças, mas deve-se atentar para a prevalência de alimentos processados e ultraprocessados, de modo a melhor atender às necessidades nutricionais das crianças.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3285
Other Identifiers: 2012955532
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliaçãoalimentaçãoescolar_2016_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo369,34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.