Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3262
Title: Exercícios físicos: fatores intervinientes na atividade da vida diária buscando uma melhoria da qualidade de vida em pessoas com Doença de Parkinson
Authors: Silva, Tatiane Alves da
Keywords: Doença de Parkinson, Atividade da Vida diária, Qualidade de vida
Issue Date: 2-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Tatiane Alves da. Exercícios físicos: fatores intervinientes na atividade da vida diária buscando uma melhoria da qualidade de vida em pessoas com Doença de Parkinson. 2016. 9 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O parkinsonismo é um distúrbio neurológico progressivo e degenerativo. Entre as síndromes neurológicas ele é considerado um dos mais incidentes em indivíduos com mais de 50 anos. O exercício para doença de Parkinson (DP) deve priorizar um programa global e individualizado. Como a doença de Parkinson tem características crônica e progressiva, o engajamento em um programa de treinamento tem que ocorrer de forma precoce assim que diagnosticada a doença. O objetivo do plano de trabalho foi descrever a atividade da vida diária e a qualidade de vida dos Parkinsonianos através da atividade da caminhada na água. Fizeram parte desse estudo 8 sujeitos com a doença de Parkinson tempo médio da doença de 3 anos. Amostra foi composta por 2 mulheres e 6 homens com média de idade de 58 anos. Todos participantes do projeto Minha Melhor idade da UFRN, realizado nas piscinas semiolímpicas do campus universitário. O impacto que cada fator tem sobre o a saúde do portador da doença de Parkinson, não segue um padrão, em sua manifestação para cada sujeito. Foram observados piores resultados nos itens fala, motivação e vestir. Relataram que a limitação da fala os desencorajam a conversar com outras pessoas, pois existe uma dificuldade em serem compreendidos. As pessoas com Parkinson são acometidos por distúrbios que vão além da questão motora. O engajamento dos parkinsonianos em exercícios físicos, pode ser uma saída não medicamentosa para amenizar as perdas cognitivas, essas que não são somente motoras.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3262
Other Identifiers: 2012936063
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Exercíciosfísicosfatores_2016_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo527,39 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.