Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3258
Title: Benefícios da caminhada na água na qualidade de vida dos pacientes com doença de Parkinson
Authors: Cruz, João Maria da
Keywords: Doença de Parkinson, Qualidade de vida, Caminhada na água;Parkinson's Disease. Quality of Life. Water Walking
Issue Date: Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CRUZ, João Maria da. Benefícios da caminhada na água na qualidade de vida dos pacientes com doença de Parkinson. 2016. 21f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Objetivo: Avaliar os benefícios da caminhada na água na qualidade de vida (QV) de pacientes com Doença de Parkinson (DP), comparando os resultados entre a população ativa e sedentários. Métodos: Participaram deste estudo 14 homens e mulheres (65,4 ± 8,3 anos; 65,6 ± 7,4 kg; 1,60 ± 0,05 m; 25,5 ± 2,5 kg/m²), com diagnóstico de DP, classificados entre os estágios 2 e 3 na escala de Hoehn e Yahr, dos quais seis são praticantes da atividade caminhada na água (2 homens e 4 mulheres) e oito sedentários (4 homens e 4 mulheres). A qualidade de vida foi avaliada pelo questionário PDQL-BR, o estado cognitivo global avaliado pelo Mini-Mental e todos assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Os domínios da qualidade de vida foram comparados por meio de test t para amostras independentes e considerado P < 0,05. Resultados: A QV mostrou-se melhor nos indivíduos com DP praticantes de caminhada na água em todos os componentes da qualidade de vida avaliados, comparado aos sedentários. A QV relacionada aos sintomas parkinsonianos (80,7 ± 10,4 vs. 62,9 ± 8,7), sintomas sistêmicos (79,0 ± 13,1 vs. 63,2 ± 10,1), função emocional (83,7 ± 11,6 vs. 73,3) e função social (80,6 ± 63,8) apresentaram o escore mais significativo (P < 0,05) para a população ativa comparada aos sedentários, respectivamente. Conclusão: O estudo mostrou que a atividade caminhada na água pode trazer benefícios significativos na QV do paciente com Doença de Parkinson, atenuando os efeitos da doença.
Abstract: Objective: To evaluate the benefits of walking in water quality of life (QoL) of patients with Parkinson's disease (PD), comparing the results between the active and sedentary population. Methods: A total of 14 men and women (65.4 ± 8.3 years, 65.6 ± 7.4 kg, 1.60 ± 0.05 m, 25.5 ± 2.5 kg / m²) participated in this study. (2 males and 4 females) and eight sedentary (4 males and 4 females). In the present study, there was a significant difference between the two groups. The quality of life was assessed by the PDQL-BR questionnaire, the global cognitive status assessed by the Mini-Mental and all signed the Informed Consent Term. The domains of quality of life were compared by t test for independent samples and considered P <0.05. Results: QOL was better in subjects with water walking PP in all components of the quality of life evaluated compared to sedentary subjects. QOL related to parkinsonian symptoms (80.7 ± 10.4 vs. 62.9 ± 8.7), systemic symptoms (79.0 ± 13.1 vs. 63.2 ± 10.1), emotional function (83, 7 ± 11.6 vs. 73.3) and social function (80.6 ± 63.8) presented the most significant score (P <0.05) for the active population compared to the sedentary ones, respectively. Conclusion: The study showed that the walking activity in water can bring significant benefits in the QOL of patients with Parkinson's disease, attenuating the effects of the disease.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3258
Other Identifiers: 2012972776
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Benefícioscaminhadaágua_2016_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo1,25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.