Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3237
Title: Ativação Muscular Durante a Prática de Terapia de Espelho (TE), Avaliado por Eletromiografia de Superfície em Pacientes Pós-Acidente Vascular Encefálico (AVE) e em um Grupo Controle.
Other Titles: Muscular Activation During the Practice of Mirror Therapy (TE), Reviewed by Surface Electromyography in Post-Stroke Patients (AVE) and in a Control Group.
Authors: Nascimento, Rayssa Silva
Keywords: Acidente Vascular Cerebral, Membro Superior, Eletromiografia.;Stroke, Upper Limber, Electromyography
Issue Date: 2-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: NASCIMENTO, Rayssa Silva do; BRILHANTE, Magdalena Muryelle da Silva; CACHO, Roberta de Oliveira. Ativação muscular durante a prática de terapia de espelho (TE), avaliado por eletromiografia de superfície em pacientes pós-acidente vascular encefálico (AVE) e em um grupo controle.: Eletromiografia durante a TE em pacientes Pós-AVE.. 2016. 25 f. TCC (Graduação) - Curso de Fisioterapia, Fisioterapia, Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Santa Cruz, 2016.
Portuguese Abstract: Objetivo: Analisar a ativação muscular em pacientes pós-acidente vascular encefálico (AVE) durante a prática de terapia de espelho (TE). Métodos: Trata-se de um estudo do tipo transversal observacional. Foram selecionados 20 indivíduos (sendo 9 homens e 11 mulheres) que apresentavam diagnóstico clínico de AVE unilateral, idade acima de 18 anos, que não fossem acamados, com bom equilíbrio sentado (Berg>46), que entendessem ordem simples. Foram excluídos pacientes que apresentassem heminegligência, amputados, cegos ou que tinham limitações visuais que atrapalhassem o desenvolvimento do estudo. Esses indivíduos compunham o grupo experimental (GE). Para o grupo controle (GC) foram selecionados 20 indivíduos (sendo 9 homens e 11 mulheres), onde os mesmos tinham que ter idade acima de 18 anos, deveriam entender ordens simples, não podiam ter fraturas de MMSS, pinos ou placas nos braços, ter um bom cognitivo. Resultados: Os resultados desde trabalho sugerem que a TE é capaz de aumentar o recrutamento muscular sendo observado pelo aumento dos rms verificado pela eletromiografia de superfície. A eletromiografia foi capaz de comprovar que a terapia de espelho promove um aumento do recrutamento muscular em ambos GE e GC, mesmo o GC não tendo nenhum comprometimento físico. Conclusão: O presente estudo conclui que durante o repouso ocorre um aumento dos rms, que foi explicado pela presença de hipertonia classificada pela escala de Ashworth. Sugerimos também que a terapia de espelho é capaz de aumentar o recrutamento muscular medido durante a eletromiografia de superfície pelo fato da prática ter aumento os valores de rms.
Abstract: Objective: To analyze muscle activation in post-stroke patients during the practice of mirror therapy (ET). METHODS: This is a cross-sectional observational study. Twenty individuals (9 males and 11 females) were selected who presented a clinical diagnosis of unilateral AVE, age above 18 years, who were not bedridden, with a good seated equilibrium (Berg> 46), who understood simple order. Patients with heminegency, amputated, blind or visually impaired patients who disrupted the study were excluded. These individuals comprised the experimental group (GE). For the control group, 20 individuals (9 males and 11 females) were selected, where they had to be over 18 years old, should understand simple orders, could not have MMSS fractures, pins or plates in the arms, Have a good cognitive rating. Results: The results suggest that the TE is able to increase the muscle recruitment, being observed by the increase of rms verified by surface electromyography. Electromyography was able to prove that mirror therapy promotes an increase in muscle recruitment in both EG and GC, even if the CG did not have any physical impairment. Conclusion: The present study concludes that during rest there is an increase in rms, which was explained by the presence of hypertonia classified by the Ashworth scale. We also suggest that mirror therapy is capable of increasing muscle recruitment measured during surface electromyography because the practice has increased rms values.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3237
Other Identifiers: 2012963919
metadata.dc.description.embargo: 2019-12-15
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ativação muscular durante a prática de terapia de espelho (TE), avaliado por EMG.pdf
Restricted Access Until 2019-12-14
Leitura de Dados461,17 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons