Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3211
Title: Efeitos da Crioterapia na Contração dos Músculos do Assoalho Pélvico em Mulheres com Incontinência Urinária de Urgência
Authors: Oliveira, Jaine Maria de Pontes
Keywords: Incontinência Urinária;Qualidade de vida;Crioterapia;Assoalho pélvico.
Issue Date: 1-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Jaine Maria de Pontes. Efeitos da Crioterapia na Contração dos Músculos do Assoalho Pélvico em Mulheres com Incontinência Urinária de Urgência. 2016. 25f. Artigo Científico (Graduação em Fisioterapia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Santa Cruz, 2016.
Portuguese Abstract: Objetivo: Investigar o efeito da crioterapia na propriocepção dos músculos do assoalho pélvico (MAP) de mulheres com incontinência urinária de urgência (IUU). Metodologia: Estudo longitudinal onde foram incluídas 14 mulheres com IUU,maior de 35 anos e que realizaram dois dias de avaliação. No primeiro dia realizou-se a anamnese, teste do absorvente de uma hora, avaliação funcional dos MAP realizada pelo método PERFECT e utilizando a escala de Oxford, perineômetro (Perina – Quark, Brasil) e os questionários King’s Health Questionaire (KHQ) e Incontinence Severity Index Questionaire (ISI-Q). No segundo dia realizou-se aplicação de crioterapia endovaginal com gelo no formato cilíndrico envolto por gaze e preservativo por 40 segundos, seguida de nova avaliação funcional dos MAP e perineometria. Os dados foram analisados com o programa Statisticastatistical software 7.0. O Teste de Shapiro–Wilk foi usado para avaliar a distribuição normal e o teste não paramétrico de Wilcoxon. Um valor p<0,05 foi considerado como significativo. Resultado: Verificou-se que das 15 mulheres com idade de 58,21±8,65 anos, 71,4% possuem parceiros e no domínio severidade da IUU do ISI-Q a média foi 6,14±2,80. Após a aplicação da crioterapia nos MAP houve o aumento na pressão de contração dos MAP (p=0,026) e na avaliação funcional dos MAP ocorreu um aumento em duas etapas do PERFECT, no endurance (p=0,045) e no fast (p=0,013). Conclusão: A aplicação da crioterapia nos MAP provavelmente teve um efeito proprioceptivo neste estudo, pois melhorou o tempo de contração, a capacidade de realizar contrações rápidas e a pressão de contração dos MAP.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3211
Other Identifiers: 2012963730
metadata.dc.description.embargo: 2019-12-14
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Efeitos da Crioterapia na Contração dos MAP em Mulheres com IUU.pdf
Restricted Access Until 2019-12-13
Artigo Científico366,58 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.