Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3094
Title: Influência da concentração de sólidos na transferência de oxigênio em reatores de lodo ativado
Authors: Araújo, Fernanda Jucá de Medeiros
Keywords: Respirometria;Concentração do lodo.;Constante de transferência de oxigênio;Respirometry;Oxygen transfer coefficient;Sludge concentration
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ARAÚJO, Fernanda Jucá de Medeiros. Influência da concentração de sólidos na transferência de oxigênio em reatores de lodo ativado. 2016. 16 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Civil, Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Um dos parâmetros mais importantes a ser controlado em sistemas de lodo ativado é a concentração de oxigênio dissolvido (OD). Concentrações de OD muito baixas no tanque de aeração afetam diretamente a eficiência de remoção do substrato, prejudicando as propriedades mecânicas e biológicas do lodo. Por outro lado, concentrações elevadas de OD – como as encontradas em reatores MBBR e MBR – levam a aumentos consideráveis nos gastos com energia elétrica para aeração. Nesta pesquisa foi avaliada a influência da concentração de sólidos na capacidade de transferência de oxigênio do aerador. Para isso, foram realizados testes experimentais em escala laboratorial para determinação da constante de transferência de oxigênio pelo método estacionário na presença de microrganismos, com o uso da respirometria. Um aerador era conectado ao respirômetro que controlava a aeração e submetia as diferentes concentrações de lodo analisadas a ciclos de períodos com e sem aeração, cujos momentos de início e fim eram regrados por limites superiores e inferiores de OD especificados no software. Os resultados mostraram que sistemas contendo elevadas concentrações de lodo, na faixa de 8g/L, o consumo energético para aeração foi de aproximadamente 2,6 vezes maior em comparação ao mesmo sistema operando com lodo em concentração de 2,6g/L.
Abstract: One of the most important aspects to be controlled in operational costs for an activated sludge system is the concentration of dissolved oxygen (DO). Low concentrations of DO in aeration tanks directly affect the efficiency of substrate removal, jeopardizing the sludge’s mechanical and biological properties. On the other hand, high concentrations of DO cause considerable increases on the electrical energy costs to the sewage treatment plants. This research studies the influence of the sludge concentration (biomass) on the oxygen transfer capacity of the aerator. In this case, experimental laboratorial tests were performed in order to ascertain the oxygen transfer coefficient using the stationary method in presence of microorganisms, with the use of respirometry. An aerator was connected to the respirometer, which controlled the aeration and submitted different analyzed sludge concentrations to cycles of periods with and without aeration. Those had their starting and ending points controlled by specific software parameters. The results revealed that systems containing high sludge concentrations, of around 8 g/L, showed an electrical cost almost 2.6 times higher, in comparison to the same system using a sludge concentration of 2,6 g/L.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3094
Other Identifiers: 2011050087
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
influencia-concentraçao-solidos-Araujo-artigo.pdfTCC-2016.21,09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.