Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3078
Title: Análise do processo de injeção contínua de CO2 ou água em reservatórios com características do pré-sal
Authors: Lima, Laís Medeiros de
Keywords: Injeção de CO2, injeção de água, pré-sal;CO2 injection, water injection, pre-salt
Issue Date: 1-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMA, Laís Medeiros de. Análise do processo de injeção contínua de CO2 ou água em reservatórios com características do pré-sal. 2016. 64f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia de Petróleo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O pré-sal é a maior descoberta petrolífera mundial dos últimos cinquenta anos. O petróleo do pré-sal está contido em reservatórios ultraprofundos, sob extensa e espessa camada de sal presentes ao longo da costa afora do Espírito Santo até Santa Catarina. Essas reservas apresentam grandes volumes de óleo leve (entre 28° a 30° API), com alto volume de gás e contendo alto teor de CO2 (8 - 12%). A exploração dessas reservas apresentam também grandes desafios devido à altas profundidades, distância da costa, o comportamento do sal, entre outros. Nesse contexto, esta pesquisa teve como objetivo analisar dois importantes métodos de recuperação de petróleo: injeção de água e CO2. A partir da modelagem de um fluido leve e um reservatório com características semelhantes ao do pré-sal brasileiro, foram simulados diferentes modelos de injeção através do GEM (Generalized Equation-of-State Model Compositional Reservoir Simulator) da CMG (Computer Modelling Group), alterando-se parâmetros operacionais, tais como vazão de injeção, configuração de poços e tempos de injeção. Inicialmente, foram analisados a injeção isolada de água e CO2, e depois o processo de injeção de água e CO2, alternativamente. Quando analisado a injeção separada desses fluidos, o processo de injeção de CO2 se mostrou menos eficiente do que a injeção de água, mas proporcionou uma antecipação da produção. Os resultados mostraram que a utilização de métodos de recuperação aumentaram o fator de recuperação de óleo em relação a recuperação primária, em torno de 62% no melhor caso estudado. A injeção contínua de água seguida de CO2 apresentou os melhores resultados quando comparado com a injeção desses fluidos isoladamente, incrementando o fator de recuperação em aproximadamente 8% em relação à apenas a injeção contínua de água.
Abstract: Pre-salt is the world’s greatest oil-related finding of the past 50 years. Pre-salt oil lies in ultra-deeps reservoirs, under an extensive and thick salt layer, along the coast from the states of Espírito Santo to Santa Catarina. These reserves have large volumes of light oil (between 28 to 30 API), large gas volume and high CO2 content (8% - 12%). The exploitation of these reserves also presents great challenges due to the high depths, distance of the coast, the behaviour of salt, among others. In this context, this research aimed to analyse two important methods of oil recovery: water and CO2 injection. From the modelling of a light fluid and a reservoir with characteristics similar to the Brazilian pre-salt, different injection models were simulated through GEM (“Generalized Equation-of-State Model Compositional Reservoir”) from CMG (“Computer Modelling Group”), changing operational parameters such as injection flow, well configuration and injection times. Initially, the isolated injection of water and CO2, and then the injection process of water and CO2, alternatively, were analysed. When the separated injection of these fluids was analysed, the CO2 injection process showed be less efficient than the water injection, but provided an anticipation of the production. The results showed that the use of recovery methods increased the oil recovery factor compared to the primary recovery, around 62% in the best studied case. The continuous injection of water followed by CO2 showed better results when compared to the injection of these fluids separately, increasing the oil recovery factor by approximately 8% compared to only the injection of water.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3078
Other Identifiers: 2014018833
Appears in Collections:Engenharia de Petróleo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_2016_2_LaisMedeirosdeLima.pdfTCC3.35 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons